“Tranquilidade” foi a palavra-chave de 2008. Quarto ano seguido, 35º título carioca na história do FlaBasquete. Mais uma vez comandados pelo lendário Paulo Chupeta — que naquele ano chegou a comandar  a seleção brasileira pouco antes do campeonato começar.


O Flamengo, diferente de três anos atrás, chegou a um patamar elevado em questão de orçamento. Era o clube com o maior poder de investimento comparado aos outros, seu time sem dúvidas novamente vinha acompanhado do favoritismo.

Fez jus às apostas dos torcedores, brilhou na fase de classificação jogando 8 jogos e vencendo todos eles, somando 16 pontos. Já o seu futuro oponente nas finais, Cabo Frio, jogou 8 partidas, venceu 4 e perdeu 4, com o total de 12 pontos. Um detalhe importante é que o Flamengo não jogou a semi indo pois o Cabo Frio e o Club Municipal haviam empatado na tabela.

Entre um placar apertado, Cabo Frio venceu o Club Municipal por 69×66, apresentando-se como candidato ao título. Entretanto, o elenco rubro-negro estava a todo vapor, mantendo a consciência em dia como contou na época, Chupeta ao site do Flamengo:

“Em 2008 foi um título mais tranquilo. Mas todos os jogadores tinham ciência de que deveriam fazer seu melhor, independente do adversário, porque assim nós valorizamos a competição. E foi isso que foi feito. Conquistamos o título jogando nosso melhor basquete e respeitando todas as equipes”.

As finais estenderam-se em dois jogos, o primeiro disputado no Ginásio Poliesportivo Aracy Machado e o segundo no Ginásio Hélio Maurício. Os placares também foram longos com o Fla protagonizando mais um jogo eletrizante.

Final:

5 de dezembro – Cabo Frio 70 x 114 Flamengo

8 de dezembro – Flamengo 102 x 61 Cabo Frio

Marcelinho mais uma vez foi o cestinha da competição com 393 pontos, e levou o MVP da temporada.

Time:

Daniel, Duda, Coloneze, Fernando, Fred, Hélio, Igor, Júllio, Marcellus, Marcelinho, Wagner e Wanderson

Téc: Paulo Chupeta.

Este mesmo elenco levou o time da Gávea ao bi do NBB 2008-2009.

Leia a série dos doze

A série dos doze: 2005

A série dos doze: 2006

A série dos doze: 2007
 



O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar, e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!