Se algo mudar para melhor

Se algo mudar para melhor

O futebol prova mais uma vez sua incrível força para unir seres humanos. Ao mesmo tempo em que cria rivalidades, pode gerar eventos inimagináveis de empatia entre nações, cidades e tribos.



A queda do avião que conduzia os jogadores e demais profissionais da Associação de Futebol Chapecoense, queridos jornalistas, além de sua tripulação, foi um duro golpe. Amores, amigos e admiradores sentem o vazio da perda.

Nenhuma de nossas condolências vai extinguir a dor na alma dos filhos que perdem seus heróis.


Nenhuma de nossas palavras de compadecimento secam as lágrimas das esposas desamparadas de seus amados.

Nenhuma de nossas homenagens, por mais pujantes e belas. Ou intensamente puras. Até mesmo emocionalmente monumentais: nenhuma delas descansa o coração devastado de um grande amigo em luto.

Os minutos de silêncio em todos os estádios de futebol do planeta.
Os orações mais doces, as mais inspiradas pinturas, desenhos, animações, montagens. Os textos mais poéticos.
Quando uma hashtag fez sentido. #ForçaChape
Quando as Redes Sociais fazem sentido social, de fato.
E a Grande Rede mais uma vez empreende seu grande destino de transformar o mundo numa aldeia verdadeiramente conectada.

A Colômbia ensina para o Brasil o que é que pode dar certo: no futebol da vida quando algo não deu certo.
Pois Medellín, a mesma cidade que ficou conhecida por ser a explosiva morada do bandido mais procurado do mundo, mostra o caminho para uma cultura de solidariedade, desapego e compaixão. Os brasileiros menos distraídos ou mais viajados sabem do charme que é a torcida do Atlético Nacional. Que grande homenagem para a Chape Querida essa gente fez no Atanasio Girardot.

Não vai cicatrizar dor nenhuma. Quem sabe pode unir nossos bons e velhos laços de irmãos?
Eu e você que talvez estamos levando a vida e o futebol na dureza e grosseria.

Os mortos de La Unión já são os heróis de Medellín e Chapecó.
Se algo mudar para melhor, dentro de nós, quem sabe a tragédia se torna menos sem sentido?

 

Foto destacada: Nelson Almeida/Getty Images

 

Deixe seu comentário!


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Nossa ideia é sempre promover o fórum sadio de ideias.

Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: apoia.se/mrn
Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.
– Outra boa forma de ajudar o site é efetuar compras ou mesmo pesquisas de compras através dos anúncios Adsense Google vinculados nas páginas.

Por que ajudar?
Todo o dinheiro arrecadado é usado no próprio site. Acreditamos no processo colaborativo entre leitores, apoiadores e colaboradores. Ao virar um apoiador você começa a fazer parte dessa construção coletiva também.
Nossos maiores custos atuais:
1. Transporte e alimentação nas coberturas de campo;
2. Planos de telefonia/internet;
3. Custos diversos com equipamentos;
4. Impulsionamento de postagens em redes sociais.
Metas para 2017:
1. Cobertura in loco de todos os esportes em eventos na Gávea;
2. Cobertura in loco dos treinos do time profissional;
3. Compra de equipamentos de audiovisual, softwares e treinamentos;
4. Produção de reportagens e outros projetos de conteúdo em vídeo;
5. Produção de reportagens e outros projetos de conteúdo em podcasts;
6. Fortalecimento profissional das equipes MRN Informação e MRN Blogs.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!

About The Author