Após ser envolvido no lance de um dos pênaltis mais inventados da história do futebol, que resultou no empate do Vasco contra o Flamengo nos acréscimos do clássico deste domingo em Brasília, o lateral Renê desabafou ao ser questionado pelo repórter do Premiere sobre a razão do árbitro Luis Antônio Silva Santos ter marcado a penalidade, apesar de a bola ter batido na sua barriga, longe da mão.



– Eu acho que ele queria que os caras fizessem o gol. Porque eu falei pra ele: se a bola tiver batido na minha mão, eu não quero mais jogar futebol na minha vida. E o que eu pedi a ele foi que quando ele estiver na casa dele, pelo menos ele tenha a coragem de me pedir desculpas. Só isso que eu pedi a ele.

Apesar da clareza do lance, o árbitro marcou o pênalti e Nenê converteu. O vascaíno mostrou total falta de espírito esportivo no lance ao levantar os braços pedindo o pênalti apesar de estar de frente ao lance e poder ver com claridade que a bola não bateu na mão de Renê.

Apesar do empate, o Flamengo mantém a invencibilidade e a melhor campanha no campeonato, com 25 pontos, além da liderança do grupo B da Taça Rio, com 10. Já o Vasco chegou aos 6 pontos no segundo turno e está fora da zona de classificação para as semifinais da Taça Rio.

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!