Já se passaram duas rodadas da Conferência Sudeste do Brasileiro de Futebol Americano (BFA) e o Flamengo Imperadores vai mal do ponto de vista de resultados. Em dois jogos, duas derrotas: por 3 a 0 contra o Botafogo Reptiles e 30 a 16 contra o Rio de Janeiro Patriotas (antigo Vasco da Gama). Mesmo com os resultados negativos, o progresso de um jogo para o outro foi notável, como ressaltou o presidente do clube Felipe Castro:

“Tivemos excelentes melhoras em relação ao jogo contra o Botafogo. Conseguimos pontuar frente a uma defesa muito forte e bem postada e também conseguimos excelentes lances. Tivemos também falhas individuais e coletivas que a gente vai acertar”, disse.

Contra o Patriotas, os pontuadores foram Raffael “double F” e Felipe Castro, o “cebola”, que anotaram um Touchdown cada. Os outros três pontos vieram de um Field Goal e um Extra Point de Ariel. Em entrevista para o portal Luluzinha Club, o Center rubro-negro Thiago Villas Bôas também destacou a evolução da equipe:

“Foi uma partida digna de se esperar entre as duas equipes. De um lado o Patriotas, já bem entrosado, com uma equipe que vem fazendo um excelente trabalho junto desde o ano passado e do outro o Flamengo, que se reformulou e está começando a se achar em campo após tantas mudanças. Ambas as equipes tiveram bons momentos, ambas fizeram um grande e bom uso das jogadas, tanto aéreas quanto corridas, e no final de tudo se consagrou campeã a equipe que soube aproveitar melhor as oportunidades. Tivemos um jogo muito acirrado e digno de um espetáculo para as nossas torcidas.”

Essa reformulação ressaltada pelo Center acontece dentro e fora de campo, e foi o que o presidente também destacou em entrevista ao Mundo Rubro-Negro:

“É um processo de restruturação do time. As pessoas veem somente a reformulação em campo, mas estamos tentando fazer um diferencial também fora de campo, que a gente não tinha. Forma de treinar diferente, forma de ver o time diferente”, disse.

Quanto a reformulação dentro de campo, Felipe destacou o trabalho dos novatos na linha ofensiva da equipe:

“É uma linha (ofensiva) praticamente nova. Tivemos grandes linhas no passado mas é muito difícil repetir de um ano para o outro. Acho que nunca conseguimos em 5 anos de time, sempre mudava pelo menos um, e quando muda um é complicado, a não ser que seja um grande jogador, mas mesmo assim tem que pegar entrosamento e outra porção de coisa. Esse ano perdemos o Marcola e estamos com um Center novato, um Guard novato, um Quaterback e isso pesa. Não por ser novato, mas tivemos grande trabalho dos QBs anteriores (Mamão e KC). Não desmerecendo o Pedalada, ele tem feito um trabalho incrível e ele melhorou muito de um jogo pro outro e esperamos continuar nessa crescente”.

O próximo duelo do Flamengo Imperadores será contra o SADA Cruzeiro, no próximo dia 05, às 18h00, em Belo Horizonte.

*Créditos da imagem destacada: Nilton Brito/Flamengo Imperadores


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio para não acabar, e melhorar ainda mais. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN