A derrota para o Fluminense na tarde deste domingo (26) foi dura não só para a torcida, mas também para os jogadores rubro-negros. Com falhas individuais, o Flamengo acabou cedendo dois gols, sendo o segundo com uma falha grande de Rafael Vaz. Após a partida, o zagueiro admitiu e lamentou o erro, além de pensar no próximo confronto.

Hoje para mim é luto. Nosso time perdeu, eu errei. Tem que lembrar das coisas boas que fiz, voltar a fazer o que eu estava fazendo, as coisas positivas. Aí não vai ter esse negócio de vaia. A torcida hoje vaiou, tem todo seu direito. Era um clássico. Ninguém gostou, como também não gostei. Mas não vou arrumar argumento para o meu erro. Tem que saber que errei, tem que trabalhar de novo. Quarta-feira é hora de dar volta por cima, hora de mostrar o meu trabalho“, comentou Vaz após o resultado.

O jogador ainda aproveitou para agradecer o apoio de seus companheiros, que saíram em defesa dele: “Não sou nenhum garoto. É bola para frente, não tem muito o que falar. O grupo é muito unido, eles sabem que ali foi uma fatalidade, que dificilmente vai acontecer novamente. Agradeço os companheiros por quererem me ajudar, mas, hoje, passou a noite, para mim é virar a página“.

Réver, companheiro de zaga de Rafael Vaz, defendeu o jogador e afirmou que agora o foco é o próximo confronto: “Não temos que acusar erro de ninguém, erramos todos juntos. Poderia ser a favor, mas agora é levantar a cabeça. Ficamos chateado com o resultado, porque poderíamos estar no G4“. “Rafael é um jogador experiente. A falha acabou acontecendo com ele, mas podia acontecer com qualquer outro. Deixamos a desejar e agora é pensar no próximo jogo para que possamos apagar o que fizemos hoje“, completou.

Outro que falou sobre o lance e o jogo foi Alan Patrick, outra peça bem criticada depois da derrota. “Ninguém quer errar, claro, mas com o campo escorregadio, numa infelicidade sobrou a bola para o adversário. Eles foram felizes. Acho que a equipe jogou bem, fez um jogo equilibrado. Agora vamos nos preparar, cobrar bastante e voltar“, disse o jogador.