05/03; 02/04; 30/04; 07/05; 18/06.

Em 2017 todas essas datas contaram com um dos mais antigos clássicos do Brasil. Taça Guanabara, Taça Rio, final do Carioca e 1º turno do Campeonato Brasileiro. Já são cinco Fla-Flus no ano, assim como em muitas outras temporadas. Enjoa? An an. Não à toa é considerado o clássico mais charmoso do país.

Quando Flamengo e Fluminense se encontram, os holofotes se voltam para o Rio de Janeiro, os torcedores ficam tensos. Não existe Fla-Flus que não interesse, que não tenha importância. Clássico é clássico. Dérbi é dérbi.

Nesta quinta (12), os dois maiores campeões do estado se enfrentam pelo segundo turno do Brasileirão. O encontro será o sexto entre ambos, igualando a 2009, o ano com mais Fla-Flu dos últimos 26 anos. Rubro-negros e tricolores se enfrentaram em seis oportunidades também em 1936, 1938, 1946, 1965 e 1991.

O alto número de clássicos, no entanto, não para por aí. Ainda neste ano, Flamengo e Fluminense se encontrarão em jogos de ida e volta pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Os embates acontecem nos dias 25 de outubro e 01 de novembro.

Após os duelos, a quantidade de Fla-Flus em 2017 subirá para 8, se tornando a segunda temporada da história com mais duelos entre o Hexa e o Tetracampeão brasileiro, superando 1965, que contou com sete encontros, sendo duas vitórias rubro-negras e cinco empates (um deles terminou em vitória nos pênaltis para o Fluminense)

O ano detentor do recorde é 1936, com nove clássicos disputados, sendo seis pelo Campeonato Estadual e três pelo extinto Torneio Aberto do Rio de Janeiro. Ao todo foram duas vitórias do Flamengo, outras duas do Fluminense e cinco empates.

A depender dos resultados daqui pra frente, o aproveitamento final ainda pode ser o melhor dentre os três anos a favor do “mais cotados nos Fla-Flus”.