Processo revela detalhes sobre custos e atual estado do Maracanã

Processo revela detalhes sobre custos e atual estado do Maracanã

A análise de documentos anexados pela Procuradoria do Estado no processo que moveu para que o Complexo Maracanã Entretenimento, liderado pela Odebrecht, assumisse o Maracanã, revelam três informações interessantes.



Cálculo do custo do Maracanã

O Flamengo pleiteia assumir o controle do Maracanã em uma nova licitação, e alternativamente aceita um acordo com o consórcio liderado pela CSM, que pleiteia a aquisição da concessão da Odebrecht. Mas caso o Flamengo pudesse de fato assumir a concessão do estádio, quanto isso representaria? Em 2015, a FGV fez um estudo de readequação dos investimentos que a concessionária teria que fazer no estádio após o governo ter revogado a licença para que fossem demolidos o estádio de atletismo Célio de Barros, o Parque Aquático Julio Delamare, o Museu Nacional do Índio e a Escola Municipal Friedenreich para a construção de um complexo de entretenimento. Sem essa possibilidade, calculou a FGV, o investimento que o consórcio teria que fazer no Maracanã e no Maracanazinho até o fim da concessão, em 2018, caria de cerca de R$ 720 milhões para cerca de R$ 151 milhões. Além disso, o consórcio teria que pagar, a partir do ano passado, um aluguel anual de R$ 5,8 milhões ao estádio. Sem o cálculo da inflação, que não é possível fazer neste momento, o gasto total entre investimento e aluguel chegaria a R$ 338,3 milhões, ou cerca de R$ 10,6 milhões anuais. A Odebrecht não aceitou esse cálculo e jamais assinou a readequação do contrato, preferindo entrar com um pedido de arbitragem para se desfazer da concessão e obter uma indenização à qual crê ter direito – embora ela tenha aceitado continuar com a concessão imediatamente após o Estado cancelar a autorização para a construção do complexo de entretenimento e assinado o termo aditivo.

Teto sem danos estruturais

Um temor pós-Olimpíada era de que o teto do Maracanã tivesse sofrido danos estruturais nas cerimônias de abertura e encerramento e precisasse de uma nova reforma. Dois laudos anexados ao processo, um da Promon e outro da Cerimônias Cariocas, atestam que os danos foram apenas superficiais.

maracana fgv

cerimonias caricoas

Contas a pagar

Outro documento anexo ao processo revela que o Comitê Rio 2016 não pagou a conta de luz desde setembro, a de gás desde junho e a de água desde março de 2016, totalizando um débito de mais de R$ 3,4 milhões até outubro e R$ 4,9 milhões se incluídos novembro e dezembro, meses nos quais o estádio já deveria ter sido reassumido pela Odebrecht mas no qual a concessionária se recusou a retomar o controle do complexo.

maraca contas 1

maraca contas 2

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!

About The Author