O MRN entrevistou o CEO da Primeira Liga, o ex-vice de Marketing do Flamengo José Sabino, sobre o contrato assinado na semana passada com a TV Globo para a transmissão do torneio. Como o MRN revelou ontem, o Flamengo receberá a maior cota de televisionamento, mas Sabino não quis divulgar valores por questões de confidencialidade. O CEO da Primeira Liga revelou, entretanto, que o contrato com a Globo foi assinado com uma duração de três anos, o que por si só dá uma expectativa de sobrevida ao torneio criado em 2016 e ainda não oficializado pela CBF – pela segunda vez, será disputado em caráter amistoso.


– Essa negociação foi um trabalho de convencimento de demonstração do valor que o torneio tem. Uma excelente alternativa aí com jogos muito mais atrativos que os Estaduais.E a valorização do torneio: a gente assinou por três anos. Isso dá uma sustentação maior para o torneio. Saber que vai acontecer em 2017, 2018 e 2019 e aí, em 2020 pode até discutir com base em outros valores também.

Sabino disse ter a expectativa de que a final do torneio seja transmitida por TV aberta -a depender dos clubes que se classificarem.

– Muito provavelmente a final da Primeira Liga será em TV aberta. Teremos todos os 31 jogos transmitidos pelo Sportv e a final, provavelmente em TV aberta, na Globo. Obviamente a Globo só está aguardando a definição mais pra frente de quem serão os finalistas porque a Globo tem interesse em transmitir em TV aberta se forem times de maior expressão ou de maior torcida por causa da audiência. Temos uma chance muito boa de ter uma final em TV aberta.

Cerca de 22,5% do contrato de R$ 23 milhões foram destinados à premiação, sendo que o campeão receberá R$ 2,4 milhões. Cerca de 40% são divididos de forma igualitária. E o restante é dividido com base em critérios de audiência. Além do contrato com a TV, a Liga também já fechou com novos patrocinadores. O fornecimento de material esportivo para árbitros e das bolas passará a ser feito pela Topper – ano passado, o contrato era com a Penalty.

– Uma coisa para se ter em mente é que todo dinheiro arrecadado pela Liga é dos clubes. Por exemplo, a Liga não cobra 5% ou 10% que as federações cobram. A Liga não tem objetivo de ser uma liga independente, a instituição Liga, com dinheiro, para fazer frente aos clubes. A ideia é que todo recurso eventualmente volte para o bolso dos próprios clubes. A Liga banca diversas despesas operacionais do torneio, como arbitragem, deslocamento, confecção de placas e uma série de despesas inerentes ao torneio que a gente acaba não prestando tanta atenção mas que são custeadas pela Liga. Qualquer sobra de recurso, porém, volta para o bolso dos clubes – disse Sabino.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN


Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!