O escolhido para dar coletiva nesta terça (20) foi o colombiano Cuéllar. De quase emprestado ao Vitória, o jogador ganhou chance no time titular e agarrou a oportunidade. Desde então já foram dois jogos seguidos como titular (contra Ponte Preta e Fluminense) e duas exibições que aumentaram ainda mais a convicção que o torcedor flamenguista tinha de que ele é a opção certa para o meio-campo. Durante a entrevista falou, entre outros assuntos, sobre o seu momento e sobre o sonho de jogar uma Copa do Mundo.

Sobre quase ter saído por empréstimo e agora ser titular, Cuéllar afirmou achar normal: “Isso é normal no futebol. As coisas mudam no dia a dia. Estou tratando agora de dar o máximo. Ajudar o grupo e o Flamengo”. O jogador ainda falou sobre precisar melhorar: “ainda acho que posso melhorar muito mais do que tenho feito nos jogos anteriores. Me cobro muito para jogar cada jogo melhor do que o passado”, disse.

Afirmou ainda que continuar em um clube com a grandeza do Flamengo pode ajudá-lo a ir para a Copa do Mundo:  “Em um curto prazo, desejo cumprir meu sonho, que é jogar a Copa do Mundo. Jogando no Flamengo, qualquer um pode ser convocado para a seleção de seu país”.

O jogador já havia sido titular duas vezes seguidas neste Brasileirão (contra Atlético-PR e Botafogo), mas não foi tão bem. Naquela ocasião, substituía Diego e formava uma trinca com Arão e Márcio Araújo. Desta vez, ganhou a vaga do camisa 5 e vem jogando ao lado do tão criticado camisa 8. No segundo tempo do jogo do último final de semana contra o Fluminense, atuou ao lado de Arão e foi nítida a melhora no setor, levando a crer que a dupla pode ser mantida para o duelo contra a Chapecoense.

*Créditos da imagem destacada: Gilvan de Souza/Flamengo


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outra forma de ajudar nosso projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.