#Meu10Veste35

A melhora do Flamengo não passa pelo afastamento de Diego. O meia, que não voltou ao nível de antes da lesão, precisa ser recuperado, não dispensado. O clube passou por Cadus, Mugnis e Almires até achar um ~trequartista~ de bom nível, comprometido e com mentalidade vencedora. Nem homão, nem hominho, mas peça chave para o sucesso em 2018.

Trem pagador

Flamengo x Cruzeiro marcou 43 pontos com 63% de share (na Globo Rio). Foi a maior audiência registrada em 2017.

Dinheiro 1

O novo estudo do BDO Brazil manteve o Flamengo pelo terceiro ano seguido na liderança do ranking de valor das marcas dos clubes nacionais, com valor estimado em R$ 1.693 bilhão. Vasco, Fluminense e Botafogo, somados, não chegam a R$ 1 bi. E depois pedem cotas iguais…

Dinheiro 2

O peso nas redes sociais é um dos pontos utilizados pela BDO para apurar esse valor e, justamente essa semana, de acordo com o ranking digital IBOPE Repucom, o Flamengo finalmente superou o Corinthians em número de inscrições. Óbvio ululante que essa conquista não vale título, mas não deve ser tratado com desdém. As redes sociais atraem dinheiro, que, no fim das contas, é o que aproxima o clube dos troféus – se não for desperdiçado em tipos como Alex, Vaz, Márcio Araújo, Gabriel, Jayme de Almeida, Victor Hugo, Fernando Gonçalves…

Exigência macabra

Falando em coisa ruim, é estarrecedora a notícia sobre a possível renovação automática daquele ser repugnante que veste a camisa 8. Custo a acreditar que seja verdade, mas não custaria o clube negar a informação para acalmar nossos corações.

Canalhas

Não espero muita coisa da imprensa, mas o corporativismo somado à desfaçatez mostrados essa semana no episódio Extra foi além do esperado. Sério mesmo que a classe não sabe o que é censura? Nem precisamos entrar no mérito da qualidade do jornaleco, apenas lembrar que o Flamengo é uma pessoa jurídica de direito privado. Se o clube quiser, nem em suas dependências o repórter poderá entrar e ainda assim não terá havido censura.

2018

E para fechar com chave de bosta, saiu o calendário da CBF para o ano que vem. Estadual com 18 datas começando em 17 de janeiro e jogos durante as datas Fifa. Se nada mudar, um clube pode perder jogadores sequestrados por suas seleções em mais de 10 rodadas da Série A e na semifinal e final da Copa do Brasil. Gênios!

 


José Peralta é craque em cornetagem, mas um cara maneiro pacas. Toda segunda-feira suas peraltadas estão aqui no Blog CRFlamenguismo.
 

Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs. O conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Email: [email protected]