Presente ao evento de anúncio oficial do patrocínio da rede Orthopride à base, o vice-presidente de Marketing, Daniel Orlean, falou também sobre a parceria com a Carabao, que investirá R$ 190 milhões para estampar sua marca na camisa do time principal pelos próximos seis anos. Mas essa quantia, frisou Orlean, é só a “garantia mínima” do que a empresa de energéticos tailandesa irá pagar. Ele explicou como a Carabao chegou ao clube:

– Ela (Carabao) procurou agências, agências esportivas, agências de publicidade para identificar qual era a melhor plataforma para construir a marca no Brasil. E o Flamengo foi citado por elas e foi escolhido pelo parceiro, a Carabao, para trabalhar junto nesse lançamento. Então foi um trabalho de muitos meses, não foi um processo só negocial, foi mostrar todo o processo tributário, mostrar como fazer a importação, como construir uma marca no Brasil, então surpreendeu o público, mas não surpreendeu a gente. Foi um trabalho de três meses para que a gente conseguisse não um patrocinador, mas um parceiro estratégico de nível internacional, que está na Inglaterra, na Europa em geral, na Tailândia, na Ásia em geral. A construção não foi do dia para a noite -afirmou.

Ele afirmou que, mais que o longo contrato de seis anos, a coparticipação nos lucros das vendas é o grande diferencial da parceria.

– Era um interesse de ambas as partes, porque eles têm o interesse de construir uma marca no Brasil e a gente tem o objetivo de construir essa plataforma de marketing esportivo no Brasil. Um produto novo que chega ele demora a ganhar tração não pelo público, mas pela redistribuição, pela negociação com toda rede de vendas, por construção de uma equipe para atender seus parceiros e tudo mais. Então pensar em curto prazo junto com a Carabao não era um dos nossos objetivos e não é do interesse deles. Mas o mais inovador disso tudo não é o prazo, o prazo é só uma das variáveis do contrato, é o fato de que o Flamengo ganha junto. Os valores que vocês viram divulgados é da garantia mínima que a gente tem. A gente já tem no nosso contrato que vai ser discutido pelo Conselho Deliberativo uma maneira de o Flamengo ganhar junto. A cada latinha vendida a partir de um determinado patamar, após assegurar os custos fixos que eles vão ter, o Flamengo ganha. Então quanto mais a Carabao vender, mais o Flamengo vai ganhar. Quanto mais o público adotar esse produto, mas eles vão poder investir não só em patrocínio, mas em outras ações que a gente está combinando junto. A inovação verdadeira aí, é claro, fazer um contrato mais longo e trabalhar junto para que esse produto, que eu tenho certeza que vai cair no gosto do brasileiro, para você tomar na praia, antes do esporte, depois de um esporte, à noite, um produto para uso geral para te dar energia. Existe espaço para um produto bom, novo e que vai levar a propulsão do Flamengo adiante.
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.