Em julho deste ano, seis meses após inaugurar com pompa e circunstância os módulos até então destinados ao futebol profissional do clube, o Flamengo anunciou que daria início à segunda etapa nas obras do Centro de Treinamento George Helal. Nesta nova fase, será construído um novo módulo, maior e mais estruturado, para o elenco profissional, deixando assim o recém construído para as categorias de base.

O Flamengo marcou para a próxima semana, possivelmente na quarta-feira (23/08), o lançamento da pedra fundamental das novas obras. Os recursos absorvidos pelo caixa do clube com a venda do Edifício Hilton Santos, popularmente conhecido como Morro da Viúva, cerca de R$ 26,5 milhões, serão todos alocados na obra. O vice-presidente de Patrimônio, Alexandre Wrobel, estabeleceu o término para novembro de 2018.

Inicialmente, o módulo profissional atual, inaugurado no final do ano passado, ficaria em definitivo com a equipe profissional e uma novo CT seria construído para as categorias de base. Mas o clube detectou a necessidade de melhorias no projeto e optou pela construção de uma nova estrutura para a equipe principal. Já os garotos do Ninho, ficarão com o módulo atual.

– Os novos módulos contemplarão o que existe de mais moderno em termos de centros de treinamento. Praticamente todos os espaços serão ampliados, pé direito duplo, quartos individuais, criação de novos ambientes, tudo clean, iluminado. Ou seja, buscamos o que existe de melhor para torna-lo uma referência – explicou Alexandre Wrobel em julho, com exclusividade ao MRN.
 

O que esperar das novas obras? Confira a entrevista com Alexandre Wrobel
 


O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN


 

Imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação / Flamengo