Na tarde deste sábado (11), o NBB 8 conhecerá o seu campeão. O Flamengo pode ser penta e o Bauru pode conquistar o primeiro título de um paulista no campeonato nacional. A série está empatada em 2 a 2 e cada time ganhou uma fora de seus domínios.

Nesse texto, mostraremos os pontos que podem fazer com que o Flamengo saia da Arena Carioca II com a taça do NBB 8:

Batalha dos rebotes

Olivinha é o maior reboteiro do Flamengo nessa final. (Foto: João Pires/LNB)

Olivinha é o maior reboteiro do Flamengo nessa final. (Foto: João Pires/LNB)

Nas duas derrotas para o dragão paulista, o Mais Querido perdeu no número de rebotes. Somando os 4 jogos até aqui, 155 a 144 para os paulistas, sendo que só na última partida, a diferença foi de 12 (43 a 31). Pelo lado de Bauru, o maior reboteiro é Jefferson, ex-FlaBasquete, com 39 rebotes até aqui, e pelo lado do rubro-negro é Olivinha, com 28, o maior reboteiro da equipe na final.

Lances Livres

Como já diz o velho ditado do basquete: “Lance livre ganha jogo”. E nessa série tão disputada, cada detalhe faz diferença.

Na série, o Flamengo cobrou 104 lances livres e converteu 73 (70% de aproveitamento). Já Bauru cobrou 101 arremessos livres e converteu 72 (71% de aproveitamento).

Reservas

Ramon, que era reserva mas virou titular, e o veterano Marcelinho são duas das armas do Flamengo para garantir o Penta (Foto: João Pires/LNB)

Ramon, que era reserva mas virou titular, e o veterano Marcelinho são duas das armas do Flamengo para garantir o Penta (Foto: João Pires/LNB)

É do conhecimento geral que é necessário ter um bom plantel, além dos 5 titulares. E isso pode fazer diferença no jogo final.

Os reservas do FlaBasquete estão levando a melhor sobre os paulistas e com larga vantagem: 105 a 54. O que isso significa na prática? José Neto consegue manter os titulares do Flamengo mais tempo no banco, sem que o ritmo diminua tanto. Em compensação, Demétrius (treinador de Bauru), necessita manter seus titulares mais tempo em quadra, o que desgasta mais seus jogadores mais importantes:

Titulares (FLA): 24min’04s / jogo

Titulares (BAU): 30min’54s / jogo

Reservas (FLA): 14min’58s / jogo

Reservas (BAU): 8min’04s / jogo