Tenho uma convicção rubro-negra para esse ano: nada irá apagar a eliminação na fase de grupos da Libertadores de 2017. O título Carioca, obviamente, sequer pode ser considerado um alento. Se conquistarmos a Copa do Brasil, o Brasileiro ou a Sul-americana, ainda assim, ainda guardaremos o gosto amargo de como tudo aconteceu na Libertadores. Ouso dizer que, mesmo que conquistemos os 3 títulos juntos, por mais improvável que isso possa parecer, ainda sentiremos falta da Libertadores.


Isso se dá porque criamos uma expectativa enorme para reconquistar a América. Essa expectativa foi fundamentada na contratação de bons jogadores, na boa situação financeira e administrativa do clube e no otimismo comum aos rubro-negros. Não aconteceu, a decepção foi enorme. Marcante. Mas nada que possamos fazer agora vai poder mudar o que aconteceu.

Porém (e o mais importante) é que saibamos lidar com o ocorrido da maneira certa. E a maneira certa de lidar com essa dor é aprender a lição que a dor nos deixa. Precisamos reforçar posições importantes do elenco. Precisamos revisitar o nosso departamento médico e físico, precisamos incutir no grupo a alma vencedora, decisiva, corajosa, guerreira. Essa postura cabe aos nossos dirigentes amadores e profissionais, staff, colaboradores e torcida, passando principalmente por comissão técnica e jogadores.


O passado não pode ser apagado, mas temos muitos caminhos a serem trilhados. Hora de seguir em frente, respirar fundo e garantir que crescemos com a nossa queda. Não é diminuir o ocorrido, mas respeitar e honrar o clube, para que toda essa dor não tenha sido em vão. A melhor resposta para o momento é vencer, vencer e vencer.

O horizonte tem se mostrado promissor, mas precisamos saber aproveitar o que está em nosso futuro. Que o nosso sonho tenha sido apenas adiado para se tornar real no ano que vem. Enquanto isso, que tenhamos a qualidade e a gana necessárias para ultrapassar todas as barreiras que nos estão expostas até o nosso sonho.

 
Felipe Foureaux escreve todas as quintas-feiras. Siga-o no Twitter: @FoureauxFla


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Nossa ideia é sempre promover o fórum sadio de ideias. Email: [email protected].

Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outra forma de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!