O NBB 8 mostrou aos torcedores o que é um jogador que sabe o que é atuar com a camisa do Flamengo. Olivinha deu o sangue e o suor para trazer, à Gávea, o título da oitava temporada do Novo Basquete Brasil. O melhor jogador das finais fez 22 pontos e teve 9 rebotes no jogo 5 e falou com o Mundo Rubro-Negro.

“O time teve altos e baixos durante o campeonato, muita gente duvidando que a nossa equipe era capaz. A gente teve que trabalhar muito até chegar a esse jogo.”, disse Olivinha no início da entrevista. Falou também que a equipe tem um comprometimento muito grande e sem ele não seria possível a conquista, enfatizou esse comprometimento dizendo que a prova é a conquista do NBB nos últimos 4 anos.

O ala/pivô rubro-negro teve uma média de 12,5 pontos e 7,2 rebotes no decorrer dos cinco jogos finais. “Ano passado bati na trave do MVP, mas esse ano eu consegui fazer uma boa série, consegui levar esse prêmio de MVP das finais e eu to muito orgulhoso de conquistar mais um título pelo Flamengo.”, disse.

O primeiro tempo do jogo 5 foi bem equilibrado e acabou com o Flamengo na frente mas com placar apertado. A partir do 3º quarto, a equipe deslanchou e fez uma partida perfeita, terminando com o placar de 100 x 66, maior diferença em finais do NBB. Olivinha teve o primeiro arremesso certo da partida, o que já inflamou o ginásio fazendo a torcida cantar sem parar até o apito final. “A gente vem fazendo uma história muito bonita aqui, são quatro anos ganhando todos os títulos possíveis, então é um orgulho muito grande pra mim. Eu que já tenho 10 anos de clube, é uma felicidade imensa, vamos comemorar muito”, completou.

O Flamengo é o maior vencedor do NBB e pra temporada 16/17 vai contar com o maior rival, o Vasco, também na elite do basquete brasileiro. Quando perguntado sobre o confronto entre as duas equipes na próxima temporada, Olivinha disse que pro basquete é muito bom e que espera uma festa muito grande das duas torcidas onde quer que as equipes se enfrentem.


Questionado também para quem dedicaria o título, respondeu: “Eu dedico pra minha esposa, minha família que está sempre no dia-a-dia com a gente, sempre me contagiando com boas vibrações, sempre me empurrando pra cada vez trabalhar mais sério, esse grupo de jogadores que é um grupo maravilhoso, é um grupo vitorioso demais, então sem eles nada disso seria possível, vamos comemorar bastante agora”.

Foi perguntado se o Flamengo é o Golden State Warriors do Brasil, ele brincou dizendo que o Fla tem mais títulos nacionais e que o time do ala Stephen Curry teria que correr atrás para alcançar o rubro-negro carioca que tem 5 títulos, enquanto a equipe americana tem 2.

 

Com a colaboração de Rafael Orgam (Twitter: @orgamcrf).