20150818143145


A FERJ já anunciou que o Vasco x Flamengo, pela quarta rodada do Ferjão 2016, vai acontecer em São Januário.

Faz sentido. O mando é do Vasco, o estádio tem os laudos necessários e Maracanã e Engenhão estarão indisponíveis. Particularmente, apesar de torcer contra por motivos clubísticos, sempre achei justo que o Vasco mandasse os clássicos lá, mas agora a questão é diferente.

A gente sabe que o Flamengo entra no Euricão 2016 como quem vai (obrigado) à Pyongyang enfrentar a seleção norte-coreana em uma partida apitada pelo próprio Kim Jong-um e, por isso, vou poupar meu tempo falando da coincidência do mando desse jogo ser do Vasco e da proporção 90/10 entre as torcidas (sendo que não haverá um jogo de volta para compensar).

Quem quiser pode ler o regulamento do Carioqueta 2016 e o RGC (Regulamento Geral de Competições) no próprio site da FERJ. Recomendo essa leitura, inclusive. Recomendo um antiácido também.

Mas enfim, independentemente das normas e condutas promiscuas da Federação, devemos lembrar-nos de algo mais importante: o próprio Vasco da Gama assumiu que São Januário não é um local seguro. Lembremo-nos de uma declaração do Pastor/Treinador Jorginho no ano passado, dias antes de um jogo contra o CAP.

1

Ocorre que o art. 13 do RGC da CBF dispunha o seguinte:

“Art. 13 – As tabelas das competições somente poderão ser modificadas se obedecidas as seguintes condições:

I – encaminhamento formal da solicitação à DCO, pela parte interessada, observado que:

a) são consideradas partes diretamente interessadas, o clube mandante, a federação mandante e a emissora detentora dos direitos de televisão;

b) faz–se necessário, em quaisquer dos casos, a análise prévia e aprovação da DCO.

II – entrega da solicitação referida no inciso I deverá ocorrer com, pelo menos, dez (10) dias de antecedência em relação à data da programação original da partida.

Ou seja, a partida não poderia ter sido disputada em outro estádio, mas a CBF, por piedade ou bom senso, resolveu RASGAR seu regulamento para atender ao Vasco, que alegava não ser possível garantir a segurança da partida em seu estádio.

Assim dizia a nota emitida pela CBF:

1

Frise-se que esta não foi a primeira vez que a CBF atendeu ao pedido do Vasco para retirar o jogo de São Januário FORA DO PRAZO DE ANTECEDÊNCIA DETERMINADO (10 dias) por questões de segurança. A mesma coisa já havia sido feita nas quartas de final da Copa do Brasil contra o São Paulo. Veja aqui a matéria que fala desse caso.

Em sendo assim, conclui-se que (i) o próprio Vasco assumiu que seu estádio não oferece segurança e (ii) a CBF concordou com essa situação, tanto que teve que descumprir seu regulamento para evitar um desastre.

Vasco x Flamengo não pode ser em São Januário. Isso é diferente de obrigar o Flamengo a jogar o Ferjão com o time titular, roubar sua cota de TV ou qualquer outra artimanha utilizada pela Federação parasita contra o clube. A questão agora é a segurança do público. Esperamos que os órgãos competentes estejam de olhos abertos.

 

Leia mais textos meus em BLOG CRFLAMENGUISMO


José Peralta escreve no blog CRFlamenguismo, da plataforma MRN Blogs. Twitter: @CRFlamenguismo.

Seja Sócio-Torcedor! E clicando no banner abaixo você também vira mais um parceiro do MRN!

Sim! Metade do valor da primeira mensalidade do plano que você adquire depois de clicar no banner abaixo vai para a equipe MRN Informação.

Se você admira o nosso trabalho, nos ajude assim a manter o nosso projeto e ampliar a nossa missão!

Banner_300X300