Novamente a FFERJ em um arbitral prejudica o Flamengo, mas isso não é novidade, sequer podem ficar surpresos já que em 2015 fizeram algo parecido. Porém a reação da torcida foi preocupante e logo começaram a propor boicote para que a FERJ não ganhe dinheiro em cima do Flamengo no estadual.

Boicote, estádio vazio, prejudica muito mais ao Flamengo que a FERJ

Graças ao RGC, o qual já abordei anteriormente aqui, o Flamengo pode ser punido pela federação por jogar o torneio da Primeira Liga, já que este não tem aprovação da CBF. A punição consistiria no não repasse das cotas de TV, multa e outras sanções esportivas para a base, ou seja, o Flamengo poderia competir em um torneio altamente deficitário.

Agora analisem a situação alarmante: Patrocínios não renovados, sem cotas de TV do estadual, valores muito baixos de premiação e cotas de TV da Liga e, agora, acrescente público ruim nos jogos. A conta não vai fechar! O Flamengo não terá como pagar salários e demais contas e terá que pegar mais um empréstimo ou usar dinheiro que iria para outros lugares como o término do CT.

“Ah, mas a gente enche os jogos da Liga e da Copa do Brasil!”


O Flamengo fará pouquíssimos jogos pelo campeonato da Liga e pela Copa do Brasil, a grande maioria das datas é ocupada pelo estadual e é nele que o Flamengo pode ter receitas de bilheteria expressivas.

Se realmente quiserem protestar contra a FERJ aproveitem-se da Globo que transmite a maioria dos jogos do Flamengo, podem lotar o estádio com camisas pretas e cantar em protesto contra a ditadura das federações e da CBF, usem a voz das organizadas para fazer um protesto inteligente que traga a mídia para o lado da torcida, dos interesses de quem gosta de futebol e não só do Flamengo.

——– Atualização ——–

A FERJ confirmou a retirada das Cotas de TV de Flamengo e Fluminense como punição por disputarem a Copa Sul-Minas-Rio. Assim o Flamengo deixa de receber 7,84o milhões previstos no seu orçamento, onde também está prevista a arrecadação de 5,130 milhões em bilheteria. Portanto, se quiserem compensar a perda do Flamengo precisam ir aos jogos do Carioca e dobrar a arrecadação prevista com bilheteria em uma época do ano em que, querendo a gente ou não, o Campeonato Estadual é a principal fonte de renda.

Obs.: São 18 jogos previstos no Carioca enquanto na Liga há 3, sendo apenas 2 de mando do Flamengo, podendo chegar no máximo a 5 caso vá para a final.

—-Fim da Atualização —-

Saudações Rubro-Negras