IMG-20150626-WA0000

Flavio H Souza escreve no blog Pedrada Rubro Negra, da Plataforma MRN Blogs. Twitter: @PedradaRN


 

“Chegou o natal
Vamos cantar
E celebrar
O nascimento de Jesus”
By Laura

Sim, amigos. O natal chegou. Novo ciclo em uma data mitológica que significa uma nova vida, uma nova oportunidade, pois se celebra o (re)nascimento de uma divindade para os seguidores do cristianismo. Festeja-se o imenso potencial do “porvir” dos caminhos que se abrem à nossa frente dependendo de nossa conduta perante o mundo, do nosso pensar que reflete em nosso agir. Festeja-se, portanto, o nascimento de um grande mito que fez enorme diferença no mundo, modificando a cultura espiritual e moral de grande parte da humanidade. E ter isto em mente, o desejo do renascimento, é primordial para realizar mudanças profundas e corajosas que produzam um grande salto para melhor em nossas vidas. Seja nós como indivíduos, núcleo familiar, de amizades, empresarial, governamental ou mesmo…clube.

E, simbolicamente, tivemos isto há poucos dias atrás. A posse da Chapa Azul “repaginada”, com a ausência de vários aliados da eleição de 2012 e primordiais para o sucesso financeiro e administrativo que a gestão EBM 1.0 alcançou em 2013/15.

EBM hasteando a bandeira em sua posse

Estive presente nas duas posses. Enquanto em 2012, na mesma época, o clima da plenária na posse foi triunfal, pois uma eleição conquistada com novos nomes, novas perspectivas, um caminho que se abria para o clube, e apoio em massa, dentro e fora do clube, para fazer a mudança. Este renascimento ocorreu. O “mito” nasceu e transformou o clube de forma profunda, pois agora os conceitos de desenvolvimento sustentável ficaram entranhados na alma dos associados, conselheiros e digo mais, torcida e imprensa. Flamengo renasceu um clube financeiramente responsável e administrativamente organizado.

Agora 2015. Posse. Um clima, admito, mais frio. Não tão triunfal. Foi uma batalha ganha de forma fratricida. Bravos companheiros da luta inicial resolveram sair e disputar com os que ficaram causando um embate que dividiu o clube, em meio a troca pesada de acusações e disse-me-disses. Clima ficou tenso. Desenvolvimento de campanha visando desconstruir imagem do Presidente, desqualificando suas ações, aliados e grupos de apoio, criaram imenso rancor com os que defendiam sua reeleição. Elevando o tom. Mas por fim, Chapa Azul venceu. Gestão EBM 2.0 pela frente. Mas ao mesmo tempo ganhar de um pessoal, ou parte dele, que se sabe que é bom, que poderia agregar ainda ao clube, desconsiderando os tais discursos, ao meu ver nocivos e desnecessários, de campanha, não dá o gosto do triunfo de 2012. Mesmo com novos VP´s, de alto nível como apresentados agora, confesso que senti nostalgia do momentum de 2012 com aqueles feras todos reunidos em um só Conselho Diretor e a comoção que aquele instante proporcionou.

Mas isto não invalida o fato de estarmos diante de uma excelente perspectiva de “renascimento”. Com os resultados ruins e não-enganosos do futebol em 2015 (neste ponto ainda bem), é da consciência de todos, ou da vasta maioria de associados e torcedores, que o mito a renascer agora é o futebol. E ele, independente de acharmos todos que o entendemos bastante, é muito, mas muito complexo. E ficou ainda mais complexo à partir do momento que usaram ciência aplicada para aperfeiçoamento da performance física, atlética, fisiológica, tática, técnica, nutricional, comportamental e mesmo psicológica dos jogadores. E não é só isto, o futebol, para ter o grande diferencial competitivo, reunindo todos os atributos acima ao menos no nível “bom”, ainda precisa de talentos. E estes além de estarem cada vez mais raros estão cada vez mais caros. Há outros mercados disputando. E a moeda brasileira sendo depreciada e economia afundando, em ambiente político aterrador. Em suma, dito isto, ainda há a barganha com agente, jogador, atravessador. Que se quer em sigilo mas logo agente anuncia para leilão. Entram outros clubes em disputa. Fica a batalha arraigada. Mas não é só contratação. É retenção de valores também. Negociação de dispensa de jogadores fora dos planos, que também é difícil. Há jogadores problemáticos com salários altos o que dificulta empréstimos.


Sabemos disso. Acompanhamos o noticiário. Mas torcedor quer jogador. Quer time. Mas, como dito antes, time é a ponta do iceberg. E no nossa caso nem temos algo digno de ser chamado assim. Nossa estrutura, conforme vista na excelente reportagem de Ivan Raupp, do GE, com Alexandre Wrobel, (Fla promete CT profissional pronto em 10 meses; veja como estão as obras) mostra ainda uma estrutura com os alicerces erguidos, mas oca por dentro. Tudo, literalmente tudo, por fazer ainda, para termos equipagem, instrumentos de recuperação fisiológica, hospedagem, sala de musculação, entretenimento, enfermaria, etc.  Não temos condições de recuperar jogadores como clubes top de linha, nem sequer de prepará-los hoje ao nível ótimo. Jogadores que vem de times que preparam fisiologicamente melhor caem de produção quando vem aqui. E o fato de não termos uma boa estrutura impede de elevarmos a capacidade física, fisiológica e mesmo técnica dos jogadores, impedindo que sejam valorizados com estada em nosso clube. E não se enganem. Esta falta de estrutura certamente afasta jogadores com nível de profissionalização mais alto, com consequente maior cuidado de carreira. Estes preferem, por exemplo, ir para o São Paulo, Corinthians, a preço menor.

Isto tem que acabar. O futebol tem que “renascer”. E o renascimento parte não do time teoricamente mais forte, que este pode ir relativamente bem nas mãos de um Muricy, técnico de alto nível, mas é ocasional. Não é patrimônio. Também sujeito a sorte e azar nas contusões e aproveitamento físico/técnico. Time deve ser encarado como a ponta de um poderoso iceberg que sustenta estrutura, métodos modernos de treinamento, equipagem, ciência de nutrição, fisiologismo, capacitação de recursos. Mas não. No Flamengo temos uma placa de gelo a flutuar que tentamos adicionar e recolocar jogadores para ver se dá certo. Não dá.

Dito tudo isto, é meu desejo a todos vocês um excelente natal e que aproveitem o momento para pensar e concretizar um renascimento positivo também em suas vidas.