Por @Igor_Pedrazzi
—-

Um campeonato falido, e que com o passar do tempo ganha mais desprezo de torcedores, tv e clubes, e que tem uma federação visivelmente interessada nos próprios interesses e no interesse dos “amigos”. Foi o que aconteceu essa semana. Se eu tenho um campeonato extremamente chato, inchado e que não atrai o público, o que eu faço? Como se valorizar um campeonato que praticamente não tem valor? Volto a antiga fórmula e reduzo as datas da competição, certo? NÃO. Olha só o que aconteceu.

Eurico Miranda retornou ao Vasco e já dá claros sinais que o retrocesso e a falta de união entre os clubes do RJ irão marcar seu próximo mandato. Homem forte na FERJ, Eurico já sentou na mesa falando mais alto e sugerindo a idéia de meia entrada para todos os jogos do carioca, e foi aceito por 14 dos 16 clubes da primeira divisão. E seu amigo Rubens Lopes, o que fez? Nem ligou, deixou o barco andar.

Eurico é sagaz. Num clube completamente destruído como o Vasco que ele encontra hoje, ele começa a “bater” no Flamengo, como o próprio disse que ia fazer, fora das 4 linhas. Sabedor de que tem um plano de sócio torcedor completamente aquém do aceitável e cheio de membros fantasmas, pra ele tanto faz se o ST dele vai ter desconto em ingresso ou não, ele não está nem aí se o Flamengo vai sofrer no bolso com isso. Ele sabe muito bem o que faz. Afinal de contas, eles tem aquele lugar lá pra mandar os jogos, e não arcam com as despesas que o consórcio Maracanã impoem ao Flamengo. Ele sabe muito bem que o Flamengo praticamente “pagaria” pra jogar no Maracanã, acarretando inúmeros prejuízos.

E dentro da FERJ, ainda temos mais um “amigo”. O famoso Capitão Léo, que de uns tempos pra cá após ter perdido o Bolsa Gávea, tem feito de tudo pra plantar o caos. E que também nem sequer ameaçou defender o Flamengo nessa questão, nessa decisão que afeta e muito o clube. O Flamengo precisa ficar de olhos bem abertos nessa trinca. Eurico, Rubens e Cap. Léo podem querer atrapalhar nossos planos, mas não conseguirão.


Não caiam nesse papo de que a FERJ diminuiu preço pra agradar você, torcedor. Os comandantes dessa instituição são os maiores responsáveis pelo antro de seres corruptos que hoje sugam o futebol do nosso estado. E hoje nós, Flamengo, somos a MORAL e a ÉTICA que falta a todo o resto. Orgulhem-se disso e apoiem o nosso Clube.

FERJ, afinal de contas, quem é você?

SRN
@MRN_CRF