logos10

Gerrinson R. de Andrade | Twitter: @GerriRodrian

 

Não há vídeo no Youtube e,
provavelmente,
ninguém vivo para nos confirmar.



Só uns poucos fragmentos de toda a história.
Mas tem coisa que só vendo pra avaliar.

Como saber se aquele Ricardo Riemer era um Romário,
quem sabe o primeiro goleador dos bons, de tantos que o Flamengo teve?

Ou se Borgerth foi nosso primeiro jogador clássico, cerebral.
Se Baena era goleiro tipo Bruno, que pulava na goela.
Ou se o Galo foi mesmo nosso primeiro Angelim.

Não há como saber muito.
Um mundo longe, descolorido.

Parece imensidão de tempo.
100 anos, 1 século, 36525 dias depois,

Albert Einstein concebia a Teoria da Relatividade Geral,
Kafka publicava A Metamorfose,
Chaplin estabelecia seu maior personagem,
Plutão era encontrado,
Wegener explicava a Pangeia,
Innes encontrava Proxima Centauri.

E o Flamengo já era bicampeão.

A Ku Klux Klan renascia,
soldados morriam em bombas de gás de cloro.
Alemão matando francês, turco matando armênio.
E o exército inglês inventando tanque blindado.

E o Flamengo já era bicampeão invicto.

Luar do Sertão, Urubu Malandro e Apanhei-te Cavaquinho eram os hits.
Ernesto Nazareth, Villa-Lobos e Sibelius em grande fase.

O Nordeste sofria a pior seca de sua história,
Um furacão arrasava New Orleans,
epidemia de Encefalite Letárgica matando pelo mundo.

E os lendários Píndaro, Nery e Sidney Pullen, já doutrinavam.
na invencibilidade.

Rapaziada já tirava onda, já sabia – na intuição,
que aquilo era apenas o começo.

O primeiro título, em 1914, foi bonito, gostosinho,
mas é como ter a primeira vez. De namoradinha.

Ninguém sabia ainda que o moleque Flamengo seria pegador, ceifador de castidades.

Bicampeonato com invencibilidade,
título de 31 de outubro de 1915,
veio pra confirmar, carimbar, não deixar dúvida.

Era a declaração de superioridade.
Era o mundo rubro-negro ganhando seu bigode.

E, em 1915, nascia o cinema porno hardcore.
O Flamengo já se deitava com duas.
Duas taças de pele macia, pra ganhar fama de varão da firme espada.

 

Orra, é Mengo!

Comente pelo Twitter @MRN_CRF ou direto na fanpage do MRN no Facebook (clique aqui). Sua opinião faz toda diferença!



Gerrinson R. de Andrade escreve no Blog Orra, é Mengo, da Plataforma MRN Blogs. A opinião do autor não reflete necessariamente a opinião do Mundo Rubro Negro.

 

LEIA TAMBÉM DO ORRA, É MENGO!

A fábula do menino que xingava

Tem coisa que só o Mengo faz por você

O Flamengo contra o bullyng

Pra que discutir com madame

Flamengo e Brasil, o mesmo fogo

 

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!