Desde que chegou ao Flamengo, em 2007, Marcelinho Machado vem mostrando ser um grande diferencial nas partidas decisivas. O ala de 40 anos já foi determinante para a vitória em diversas partidas pelo Flamengo, o que não foi diferente na Liga das Américas 2016. Com diversos títulos em sua carreira, Marcelinho busca repetir o feito de 2014, quando foi eleito MVP da Liga das Américas e garantiu a taça da competição pelo Flamengo.

A importância das bolas de 3

Independente da competição que disputa, Marcelinho costuma se destacar pela quantidade de bolas de 3 pontos que consegue garantir ao longo da partida. Na Liga das Américas 2016, o ala conseguiu se destacar nos arremessos de longa distância e colaborar para garantir a vitória em alguns jogos.

Dos 77 pontos marcados por Marcelinho até aqui na LDA, 51 foram por arremessos de 3 pontos convertidos, o que corresponde a mais de 66% dos pontos marcados pelo ala e o que reforça a importância desse tipo de bola no jogo da equipe rubro-negra.

(Imagem: Nayra M. Vieira/ MRN Informação)

(Imagem: Nayra M. Vieira/ MRN Informação)

 

Bom desempenho na 1ª fase da LDA


Embora em alguns jogos não tenha pontuado tanto, Marcelinho deixou sua marca em todos as partidas da primeira fase da competição. Nos jogos contra Gimnasia y Esgrima de Comodoro Rivadavia, Aguilas de Tunja e Correcaminos o ala garantiu 29 do total de pontos marcados nas três partidas.

Além dos arremessos convertidos, Marcelinho foi responsável por 7 assistências dadas nos jogos da 1ª fase. As atuações do ala nos três primeiros jogos colaboraram para que o Flamengo se classificasse em 1º lugar no grupo C, com 3 vitórias em 3 partidas disputadas na competição.

Marcelinho garantiu um bom aproveitamento nos arremessos de 3 (Foto: José Jimenez Tirado/ FIBA Americas)

Marcelinho garantiu um bom aproveitamento nos arremessos de 3 (Foto: José Jimenez Tirado/ FIBA Americas)

 

Destaque na 2ª fase

Logo no jogo que marcou a abertura da 2ª fase da Liga das Américas, Marcelinho se destacou e foi o cestinha da equipe. O jogo contra o Brasília, como de costume, foi muito disputado e os 15 pontos convertidos pelo ala ao longo da partida foram determinantes para a vitória da equipe rubro-negra por 106 a 93.

Nas outras duas partidas da 2ª fase, contra Correcaminos e Guaros de Lara, Marcelinho marcou 33 pontos, que foram fundamentais para a classificação rubro-negra para o Final Four, já que os classificados foram determinados pelo total de pontos nas três partidas dessa fase da competição.

No jogo que decidiu a classificação, contra o Guaros, Marcelinho, ao lado de JP Batista, foi responsável pela grande recuperação da equipe na partida. O Flamengo chegou a estar perdendo por 25 pontos e conseguiu reduzir a desvantagem para apenas 5 pontos, o que garantiu a classificação em primeiro para o Final Four.

Além dos pontos marcados, Marcelinho garantiu 8 assistências e 3 rebotes na 2ª fase da Liga das Américas. O ala ainda garantiu um aproveitamento superior a 80% nos lances livres, o que contribui para o bom número de pontos marcados até aqui na competição.

Marcelinho marcou 15 pontos contra o Brasília e ajudou a garantir vitória (Foto: José Jimenez-Tirado/FIBA Américas)

Marcelinho marcou 15 pontos contra o Brasília e ajudou a garantir vitória (Foto: José Jimenez-Tirado/FIBA Américas)

 

Expectativa para o Final Four

A disputa do Final Four, agendada para os dias 11 e 12 de março, ocorrerá entre três brasileiros (Flamengo, Bauru e Mogi das Cruzes) e o venezuelano Guaros de Lara. O adversário do Flamengo é o Bauru e a partida ocorre na sexta (11) às 18h45min na cidade de Barquisemeto, na Venezuela. O vencedor desse confronto enfrenta o vencedor de Mogi x Gauros no domingo (12) às 21h, pela grande final da Liga das Américas 2016.

Para o desafio, o bom aproveitamento de Marcelinho nas bolas de 3 e em lances livre promete ser um dos principais trunfos da equipe rubro-negra para chegar a final. O camisa 4 do Flamengo, que esteve presente no primeiro título rubro-negro na Liga das Américas, deve ser um dos principais nomes da equipe rumo à conquista do bicampeonato na competição.