A Liga Nacional de Basquete divulgou uma nota explicando os motivos de adiamento do clássico entre Flamengo e Vasco, com mando cruzmaltino, previsto para o próximo domingo, pelo NBB, que expõe a situação absurda em que se encontra atualmente o complexo do Maracanã. Na última sexta-feira, o governo do Rio publicou no “Diário Oficial” a criação de uma comissão para repassar o repasse da concessão do consórcio formado por Odebrecht, IMX e AEG para outro grupo.

“Na tentativa de viabilizar o ginásio do Maracanazinho, a LNB e as duas equipes envolvidas se reuniram com a Casa Civil do Governo do Estado do Rio de Janeiro e, por telefone ainda, contatou o representante da Odebrecht, empresa que possui a concessão do complexo. Após os contatos ficou evidenciado que nenhuma das duas instituições assume a responsabilidade pelo espaço, e por consequência, pela liberação do mesmo”, diz a nota.

Como o ginásio do Tijuca Tênis Clube não está disponível para a data e o custo de operação da Arena Rio – antiga HSBC Arena – é muito caro, a LNB decidiu adiar o jogo. As demais arenas olímpicas, incluindo a Arena Carioca 1, palco do basquete na Olimpíada, e a Arena Carioca 2, onde o Flamengo mandou as finais do NBB, ainda não foram liberadas pelo Comitê Rio 2016.

“A LNB lamenta ter que enfrentar tantas dificuldades em uma cidade como o Rio de Janeiro, que é hoje o melhor lugar do Brasil para a realização de eventos esportivos”, conclui a nota.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.