A Ferj anunciou ontem à noite que o clássico entre Flamengo e Vasco, pela semifinal do Carioca, aconteceria no próximo sábado em Juiz de Fora. A determinação, porém, não durou nem 12 horas.

A Prefeitura de Juiz de Fora emitiu uma nota afirmando que, por conta do Carnaval, não haverá condições de segurança para a realização da partida na cidade nesta data. O mesmo motivo já havia sido alegado pelo governo do Distrito Federal para não autorizar a realização do jogo em Brasília.

O Flamengo tinha mostrado contrariedade com a marcação da partida para Juiz de Fora justamente por temores relacionados à segurança, principalmente no deslocamento das torcidas pela estrada.

Com a recusa de Juiz de Fora, o jogo pode acabar adiado. A hipótese de realização da partida no Engenhão com torcida única é remota, já que o regulamento prevê campo neutro com divisão igual da torcida em todos os clássicos e o próprio Flamengo já se pronunciou contrário a clássicos com torcida única, definidos pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello como “pá de cal” do futebol carioca. A Procuradoria-Geral do Estado deve entrar hoje com um recurso para cassar a liminar que determinou torcida única.

A Ferj convocou Flamengo, Vasco e TV Globo para uma reunião às 15h para discutir o impasse.

 
 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.