O Flamengo conquistou mais um título do Campeonato Carioca de basquete na noite desta terça-feira (6). Após o Vasco não comparecer ao Jogo 3 da decisão do estadual, o Mais Querido conquistou seu quadragésimo quarto troféu na história, o décimo segundo seguido. Depois da comemoração com os torcedores e da entrega de medalhas e taça, o Mundo Rubro Negro falou com Ricardo Fischer e JP Batista, jogadores importantes na conquista.

O primeiro a falar foi JP Batista, um dos grandes destaques rubro-negros no início da atual temporada. “Infelizmente aconteceu isso logo nesse ano de volta do Vasco, esperávamos reviver vários momentos da rivalidade entre as equipes. Tivemos um início regular, fizemos jogos super competitivos contra o Vasco e estávamos esperando uma decisão do título igual. Não podemos tirar o mérito de todos os jogadores e comissão técnica, trabalhamos duro com o objetivo de estar aqui jogando em casa com a nossa torcida nessa final. Infelizmente quem perde é o basquete e o torcedor“, afirmou o camisa 13.

Fico feliz pelo início de temporada. Ano passado foi um período de adaptação, tínhamos uma rotação maior. Esse ano, por ter mais volume de jogo e mais tempo em quadra, os números melhoram e a responsabilidade também fica maior. Fico feliz em poder ajudar, meu único objetivo é ajudar o Flamengo a ganhar. Se em determinada noite for em pontos, rebotes ou jogando na defesa, o que for, eu fico feliz com o time ganhando“, completou JP, que está em seu segundo ano no Mais Querido.

Em seu primeiro ano no Flamengo, Ricardo Fischer começou ainda convivendo com lesões. Mesmo ficando fora durante boa parte do Campeonato Carioca, o jogador conseguiu se recuperar e ajudou o Flamengo a conquistar não só o título estadual, mas também a invencibilidade no Novo Basquete Brasil. Quando a contagem regressiva começou a ser feita no Tijuca Tênis Clube, Fischer demonstrou toda felicidade pela primeira taça com a camisa rubro-negra.

Esperava acabar com o título e nosso primeiro objetivo foi concluído. Tínhamos esse planejamento, queríamos ganhar esse Campeonato Carioca e conseguimos isso. Infelizmente teve esse problema no terceiro jogo, mas temos que comemorar, isso é o mais importante“, afirmou o jogador.


Melhorando jogo após jogo, Ricardo Fischer é parte importante entre os titulares do Flamengo e começa a ganhar seu espaço no quinteto principal de José Neto. Após o período de lesões, o armador afirma que começou a se sentir bem em quadra: “Me senti melhor nesses últimos três jogos, tive mais mobilidade, conseguir mostrar mais meu jogo e acredito que em janeiro já estarei na minha melhor forma, com confiança total. Ainda tenho alguns medos, mas é normal. A parte das lesões acabou e agora é pensar em evoluir e ganhar confiança“.

Agora o Orgulho da Nação terá poucos dias até a próxima partida. Voltando a focar apenas no Novo Basquete Brasil, o Flamengo terá desafio carioca pela frente. Diante do Macaé que tem apenas uma vitória em seis jogos, o Mais Querido buscará seguir com a invencibilidade e o 100% no torneio. “A expectativa é terminar invicto, estamos trabalhando bastante para isso. O jogo contra o Macaé será difícil, mas vamos jogar em casa e todo jogo em casa, assim como fora, temos que impor nosso ritmo. A partir de quarta-feira (7) vamos focar no Macaé, ver as melhores jogadas deles para seguir invicto nesse campeonato“, afirmou Fischer.

JP Batista completou, afirmando que agora o Flamengo vai trabalhar para seguir bem na competição: “Foco completo e total no NBB. Independente de estar invicto, sabemos que não podemos olhar só para isso. Precisamos continuar trabalhando, nosso time tem muito espaço para evolução. Aos poucos o elenco vai voltando, o número de lesionados está diminuindo e a tendência é melhorar bastante. Vamos focar em cada jogo“.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.