Se alguém vive um grande momento na temporada atual do Flamengo é JP Batista. Um dos melhores na equipe e o segundo cestinha do primeiro duelo da semifinal diante do Botafogo, o pivô tem se destacado cada vez mais e ganha espaço importante no elenco rubro-negro para o resto do ano. O jogador que chegou ao Rio de Janeiro no último ano, conseguiu ótima adaptação e espera melhorar cada vez mais.

Estou me sentindo bem. O time está passando bastante confiança, acreditam muito no meu trabalho, o Neto principalmente. Em quadra me sinto bem à vontade. Ano passado foi um ano de teste e nesse estou me firmando melhor, mais solto, com volume de jogo. Estou conseguindo responder da forma correta e o objetivo agora é trabalhar para não deixar o ritmo cair, focar para ser consistente em toda temporada“, afirmou JP Batista.

Diante do Botafogo, o Flamengo não terá sua torcida, já que o confronto tem torcida única com mando do alvinegro. “Temos que encarar como jogo importante. Independente de ser qualquer time, temos que pensar no que podemos fazer para fechar esse confronto quarta-feira. Claro que temos que respeitar o trabalho deles, que tem sido incrível. Vamos focar no que temos que fazer, estamos trabalhando forte para melhorar e buscar dar nosso máximo“.

JP Batista ainda comentou sobre o intenso ritmo dos jogos nesse início de temporada: “Nós começamos devagar. Estamos um pouco cansados, ainda estamos em processo de pré-temporada. Porém, estamos treinando muito, tivemos um treino forte na última semana. Sabíamos que a gente jogaria pesado e pode ser que quarta-feira joguemos ainda mais pesados pelo que a comissão passa para nós. Começamos devagar, mas no segundo tempo pensamos um pouco, respiramos e conseguimos dar um gás para abrir a diferença“.

Ainda sobre a parte física, JP afirmou que esse será o principal foco para o duelo desta quarta-feira. “Precisamos melhorar fisicamente, faz pouco mais de um mês que voltamos a treinar. A parte física ainda está melhorando, acho que vamos conseguir correr mais. Ainda temos jogadores lesionados que estão retornando, pegando ritmo. A tendência é irmos melhorando de pouco a pouco, sem pressa. Temos espaço para melhorar em tudo“, completou o pivô.


 

*Foto: Gilvan de Souza / Flamengo