Na noite desta segunda-feira (3), o Flamengo entrou em quadra pelo Campeonato Carioca e acabou sendo derrotado pelo Vasco. Após o confronto, o técnico José Neto e o armador Ricardo Fischer falaram com os jornalistas e comentaram sobre o resultado, as falhas do Fla e a briga na torcida, que atrapalhou o andamento do confronto duas vezes.



José Neto admitiu o jogo ruim e afirmou que o Flamengo poderia ter vencido: “É responsabilidade de todo mundo. É minha também, não fujo disso. Chega no final de um jogo igual e um time que talvez esteja mais preparado acaba vencendo. Sabemos bem o que queremos, temos nosso foco no campeonato e vimos que é uma equipe que podemos ganhar até se chegarmos na final“. Para o treinador, o Vasco cresceu no erro do rubro-negro, que não conseguiu manter o ritmo. “Acho que foi pelas más decisões. Tivemos a possibilidade de decidir e decidimos mal, não digo só dos jogadores, me incluo nisso. Nós, como time, não tomamos boas decisões“, concluiu.

Perder para o Vasco nesse momento não é o fim do mundo, não temos que pensar assim. Temos que saber o que melhorar, estamos bem conscientes e é para isso que vamos trabalhar. Nosso foco está muito claro, é ganhar o campeonato e não de uma equipe específica. Foi um dia ruim. O próximo jogo é contra o Macaé e será duro, difícil.  É uma equipe que vem motivada, se reforçando, vai jogar em casa. É um time que trabalha bem e vamos precisar jogar bem para sairmos com a vitória“, afirmou Neto.

A confusão que tomou conta das arquibancadas foi um dos pontos abordados, já que antes o Flamengo vencia com 16 pontos de vantagem e acabou sendo derrotado no fim. José Neto, entretanto, não colocou a derrota na conta dos problemas fora de quadra. “Não podemos atribuir os problemas a isso. A torcida sempre vou atribuir coisas boas, eles sempre nos deram coisas boas. É covardia falar que pela confusão acabamos perdendo o jogo. Temos que assumir as responsabilidades, somos um time que tinha a capacidade de ganhar e não aproveitamos isso. Agora é pensar no próximo jogo, ninguém é culpado disso além da gente. Vamos reparar esses erros logo e o nosso objetivo não mudou, vamos buscar o título“, disse.

Depois de seis meses parado por conta de uma séria lesão, Ricardo Fischer voltou a quadra e foi o cestinha da partida. Apesar dos números, Neto elogiou o jogador, mas acredita que ele ainda vai melhorar: “Pode ser muito melhor, mas isso está na conta de um jogador que tem a função de coordenar um time que ele está chegando e treinou duas vezes. Prefiro valorizar o brilho que ele teve por entrar em quadra em um jogo importante do que repararmos os erros. Por tudo isso que aconteceu, estar fora há seis meses, são erros passíveis de acontecer“.

O jogador também falou sobre a briga entre torcidas organizadas e a derrota: “É triste porque é nossa torcida brigando com ela mesma, mas isso acontece e nós nem estávamos ligando muito para isso. Estávamos preocupados com nossos familiares que estavam perto, mas ficamos focados no jogo. O time já estava caindo de produção antes da confusão, estava caindo a diferença de pontos e isso não pode acontecer. Não podemos deixar qualquer time voltar do jeito que o Vasco fez. Quando abrirmos uma vantagem de 16 pontos, temos que matar o jogo“.

Fischer aproveitou para avaliar o último lance em que tinha a bola do jogo nas mãos e acabou errando a jogada. “Sabia o tempo que faltava, mas eu estava esperando o contato do Nezinho, porque o técnico deles mandou ele fazer a falta e sabia que eu passando do meio da quadra ele ia tentar fazer. Senti um contato depois que arremessei, mas foi uma leitura errada minha, devia ter continuado a jogada e tentado alguma coisa mais próximo da cesta. Mas já passou e agora é pensar no próximo jogo“, comentou o armador.

 

*Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!