Com todo esse alarde feito em torno do nome do Vinicius Júnior na Copa São Paulo de Juniores, eis que me pego em um exercício e tento lembrar o nome das últimas revelações do Flamengo que deram certo depois do primeiro título em 1990. De imediato me vieram nomes de Nélio, Júnior Baiano, Sávio, Júlio César, Renato Augusto e Adriano, os demais estouraram em outros clubes. Confesso que este exercício foi difícil, tendo que recorrer ao Google para me auxiliar.



Dos jogadores que tiveram sucesso em outros clubes logo de cara vieram os nomes de Djalminha, Marcelinho Carioca, Paulo Nunes, Felipe Mello e Samir. Ainda estão no time profissional e podem ter sucesso: Lucas Paquetá, Matheus Sávio, Ronaldo, César e Felipe Vizeu. Para um Clube como o Flamengo que sempre teve o orgulho de dizer que “Craque, o Flamengo faz em casa”, são muito poucos jogadores de destaque que temos revelado nos últimos anos.

Confesso que não sei qual o real motivo para revelarmos tão poucos “craques”. Alguns dirão que é a incompetência das últimas diretorias, outros dirão que a culpa é torcida que não demonstra paciência com os jogadores com DNA Rubro-Negro. Na verdade, acredito que seja um pouco de cada.


Hoje falamos de Vinicius Júnior, mas em outros tempos já falamos de Nélio, Adryan, Mattheus, Negueba, Lorran, Muralha, Rafinha, Rodolfo, Thomás e muitos outros. Qual o real motivo desses nomes não terem dado certo no Flamengo ou em outros clubes?

Surgirão, outras inúmeras perguntas. Foram supervalorizados? Foram lançados precocemente? A torcida não teve paciência? O trabalho de transição da base para o profissional foi mal feito?

Acredito que foi um pouco disso tudo. Hoje, acredito que há um trabalho mais bem feito. Temos um Centro de Treinamento Profissional construído e um para base que deve ser concluído em 2018.

Agora, esperamos que esse trabalho de transição seja bem feito e possamos colher os frutos e o bom futebol de Vinicius Júnior e Cia. A Nação Rubro-Negra anseia por craques com pele rubro-negra e por poder falar com orgulho que “Craque, o Flamengo faz em casa”.

Saudações Rubro-Negras,

 
Bruno Baesso é pai da Alice, escritor, poeta, advogado e apoiador do MRN.
Siga-o no Twitter: @Brunocbb55

 
O que você pensa sobre isso?


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!