mrn infOrgãos públicos e privados realemente se esforçam para fazer do futebol brasileiro algo cada vez menos atrativo.

O problema da vez foi a saída do time pelo saguão do aeroporto de Brasília. A concessionária Inframerica numa canetada, conseguiu fazer do que seria um espetáluco da paixão uma decepção para centenas de torcedores que se organizaram para receberem o Flamengo.

Parece que a perseguição ao fanatismo de nossa torcida pelo Mais Querido ultrapassou a barreira do preconceito entre torcedores de times pequenos locais e agora toma vulto em ações opressoras tambem em entidades que deveriam se não apoir, ao menos não atrapalhar.

Leia a Nota do Fla divulgada pela assessoria de imprensa:

Por determinação da Inframerica, concessionária que administra o aeroporto de Brasília, a delegação do Flamengo não foi autorizada a desembarcar pelo saguão e ser recebida pelos torcedores. O Clube de Regatas do Flamengo lamenta a decisão tomada sem o seu consentimento.

 

 

Decisão de concessionária atrapalha FlaTV

A absurda decisão de impedir o time de ter contato com o povo flamengo não só afeta os torcedores, adultos e crianças ávidos pelo mínimo contato com seus ídolos. Quantas crianças devem ter sonhado durante dias para ver Guerrero , Paulo Victor, Sheik e demais craques posando com eles para uma foto?


A decisão atrapalha a FlaTV e a equipe de Comunicação e Marketing do Flamengo, que planejava fazer material publicitário para seus canais no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Snapchat. No Twitter, a viagem está sendo “transmitida” praticamente em Tempo Real e o contato com a torcida no aeroporto da capital brasileira era uma etapa da ação. Lembrando que recentemente o clube anunciou patrocínio da Konami em suas redes sociais.