Resumo da semana de treinos que termina hoje na Gávea com presença da torcida


 

Da Redação

SEMANA PRODUTIVA

mrn infSemana sem jogos nos dia úteis quer dizer semana produtiva de treinos. Normalmente à tarde, a programação da semana surpreendeu com a escala de treinos sempre pela manhã, às 9:30h. Somente hoje, no único treino longe do Ninho do Urubu o elenco rubro-negro se reunirá à tarde. Esta sexta também marca o encontro com a torcida na Gávea. Os portões serão abertos às 14:30h para 400 torcedores – a entrada da torcida será pela entrada da Praça Nossa Senhora Auxiliadora, em frente ao CIEP (Ao lado da Gávea), informa o site oficial.

A novidade de hoje é o retorno de Nixon aos treinamentos. O Departamento Médico do Flamengo liberou o atacante Nixon depois que todos os exames feitos no atleta para afastar qualquer risco de problema cardíaco deram negativo. Clinicamente o jogador está apto para jogar futebol. O jogador estava em ascensão técnica quando se machucou perante o Friburguense no início do ano. Depois de se submeter a uma cirurgia para corrigir um problema de nascença no tendão patelar do joelho esquerdo o jogador apresentou suspeitas de problemas cardíacos.

Nixon sente contra o Friburguense (Foto: Site Oficial)

Nixon sente contra o Friburguense (Foto: Site Oficial)

QUINTA

Em compensação, ontem o técnico Cristóvão Borges fez mistério. O treino foi fechado em grande parte da atividade desta quinta feira, portões fechados e muito segredo. Nada pôde ser visto do trabalho realizado, que a princípio era um trabalho tático, sem qualquer tipo de pista com relação aos 11 que iniciarão o jogo no próximo domingo.


QUARTA

A quarta-feira de manhã nublada reservou momentos de apreensão por causa de uma pancada que o meio-campista Canteros sofreu. Sentindo a coxa esquerda, o argentivo imediatamente foi poupado do treino no campo e seguiu para a academia onde deu continuidade à preparação. A comissão técnica confirmou que nada grave foi diagnosticado e o jogador está a disposição.

O assistente Jayme de Almeida comandou treinamentos específicos com os zagueiros e os goleiros aprimoraram impulsão com o preparador Wagner Miranda.  Na primeira parte do treinamento com bola, grupo dividido em três em espaços reduzidos, tendo como objetivo tocar a bola de primeira sem cometer erros. Atividade técnica comandada com muita cobrança do treinador, que prima pela qualidade no passe desde que chegou ao clube.

Novidade foi o retorno do armador Almir à preparação física, após lesão no cotovelo.

Gabriel sofre torção e vira dúvida.

TERÇA

Jorge e Jajá. Parceiros na base, e agora no profissional. (Foto: Flamengo Oficial)

Jorge e Jajá. Parceiros na base, e agora no profissional. (Foto: Flamengo Oficial)

Com a Nação abalada pela morte de Carlinhos, a terça-feira teve, para o elenco que chegava ao Ninho, a presença de mais dois reforços. Depois da ótima campanha na Nova Zelândia, Jajá e Jorge foram integrados definitivamente ao elenco profissional.

Cristóvão como já de costume, dividiu o grupo e comandou trabalho de toques de bola e domínio, em campo reduzido. O fundamento tem tido certa evolução, e na última partida, apesar da derrota, o Flamengo teve um aproveitamento de 90% nos passes.

Depois um treino de ataque contra defesa. E nessa parte do treinamento, Cristóvão sinalizou uma mudança no setor defensivo. Pará, que vinha atuando improvisado na lateral esquerda, deu vaga a Anderson Pico, que tem origem na posição. Sendo assim, César, Luiz Antônio, Wallace, Samir, Anderson Pico, Jonas, Canteros e Márcio Araújo compunham o sistema defensivo, que treinava situações de jogo com o ataque reserva. Na outra ponta do campo, atacantes titulares aprimoravam finalizações para o gol.

SEGUNDA

Depois de uma fraca atuação e derrota no sábado, dentro de casa, contra o Atlético Mineiro, o elenco retornou aos trabalhos na manhã desta segunda feira, no Ninho do Urubu.

Como já é de costume, os treinamentos das segundas após os jogos se iniciam na academia. Após aproximadamente uma hora de trabalho regenerativo, os atletas foram ao campo e começaram a atividade formando dois grupos e trabalhando o toque de bola rápido em campo reduzido, em dois toques sem baliza, com Cristóvão Borges cobrando agilidade e participação de todos.

Na terceira atividade do dia, elenco dividido em dois grupos com a presença de apenas dois titulares, Emerson e Pará.

Neste caso, apenas três toques eram permitidos e haviam balizas para o treinamento de conclusões a gol, também em campo

Pará foi um dos destaques da atividade. Lateral marcou 5 gols. (Foto: Flamengo Oficial - Gilvan de Souza)

Pará foi um dos destaques da atividade. Lateral marcou 5 gols. (Foto: Flamengo Oficial – Gilvan de Souza)

reduzido. Pelo time sem colete estavam Daniel, Pará, Bressan, Frauches, Mugni, Ayrton, Cirino e Paulinho. E no time com colete João Lopes, A.Pico, Thallyson, Marcelo, Jonas, Alan Patrick, Arthur Maia e Emerson Sheik. Cristóvão foi reduzindo o número de jogadores dos times no coletivo, que havia começado em 6 contra 6, terminou em 2 contra 2, com a intenção de aumentar a qualidade nas tabelas e incentivar a criatividade.

Antes do final das atividades, um rápido treinamento físico. E assim se iniciou a semana.

CLÁSSICO LONGE DO MARACANÃ

Logo depois do treino aberto de hoje o grupo viaja para Mato Grosso. O clássico contra o Vasco vale pela nona rodada do Brasileirão. Os dois times estão na zona de rebaixamento e a pressão por uma vitória para respirar no torneio é maior do que qualquer rivalidade por parte do Flamengo.

No Vasco, o espírito é sempre de campeonato à parte. Eurico Miranda começou a semana com uma cartada que pra ele prometia abalar as estruturas e atingir o Mengão. Mas o tiro saiu pela culatra. Depois de acertada a vinda do lateral-direito Leonardo Moura, o jogador recuou e tenta um acerto com o Coritiba. Com muita polêmica e fogo cruzado entre o dirigente bufão e o jogador, quem saiu na pior foi Léo Moura. O lateral sofreu pressões dos “fãs” e agora corre o risco de ver seu desligamento do Fort Lauderdale Strikers virar ostracismo até o fim do ano.