Pedido de paz ignorado em 2005. Foto: Reprodução Internet

Pedido de paz ignorado em 2005. Foto: Reprodução Internet

 

O Flamengo enfrenta o Vasco neste domingo, às 17h, em São Januário. Apesar de toda a rivalidade e a mística envolvendo o Clássico dos Milhões, o que mais vem chamando a atenção é a preocupação com as questões de segurança do estádio cruz-maltino. Mesmo com o policiamento reforçado para o duelo, com mais de 500 homens da polícia (proporção maior de policial por torcedor), vale lembrar que São Januário foi palco de tragédias nos últimos anos.


Em 2000, na partida entre Vasco x São Caetano (final da Copa João Havelange), parte do alambrado do estádio caiu aos 23 minutos do primeiro tempo e cerca de 160 pessoas ficaram feridas. Muitas delas entraram na justiça contra o Vasco para cobrar danos materiais e morais. A partida foi suspensa e somente no ano seguinte as duas equipes decidiram o torneio, em jogo realizado no Maracanã. O cruz-maltino foi inocentado em sentença que saiu mais de dez anos após o episódio.

Já no ano de 2005, no último Flamengo x Vasco em São Januário, também houve problemas. Ainda na etapa inicial, vascaínos atiraram um morteiro em direção aos rubro-negros, que tentaram pular o alambrado e entraram em conflito com a Polícia Militar, causando uma confusão generalizada. Vários torcedores foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros após o tumulto. Desde então, por questões de segurança, o Clássico dos Milhões não é disputado na Colina. Reveja alguns momentos daquela partida:

 

 

Eurico ataca

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, em coletiva realizada na tarde de ontem, criticou Bandeira de Mello e atacou a torcida do Flamengo: “De repente, fui surpreendido pelo presidente do Flamengo, dizendo que ele não havia sido notificado. Que não sabia como ia funcionar a segurança dos torcedores, dos moradores… O que ele acha? Que os torcedores do clube dele são bandidos? Que iam atacar os moradores? Isso afasta os torcedores do jogo”.

O presidente do Flamengo demonstrou preocupação quanto à segurança geral dos torcedores, e Eurico voltou à ofensiva: “Ele (presidente do Fla) rigorosamente não conhece nada. O responsável é o mandante. Nós sim temos preocupações com a segurança. Tudo está aqui na ata, como tudo terá que ser feito: com torcedores, com as organizadas, com tudo. Todas as providências foram tomadas”.

Grande parte da torcida do Flamengo se preocupa com possíveis punições ao clube, caso se prove que alguma confusão aconteça originalmente da torcida rubro-negra. O Vasco seria punido por conceder um palco pouco apropriado? As suspeitas são grandes devido ao rompimento do Flamengo com a FERJ e o apoio irrestrito do Vasco às decisões da entidade. Que desde o retorno de Eurico Miranda ao Vasco, parece o verdadeiro mandatário, sentando inclusive na cadeira do presidente em reunião que Bandeira de Mello foi xingado.

 

Não coloque sua vida em risco

Para a partida de domingo, o Vasco acredita no esquema de sucesso feito pela PM no jogo contra o Corinthians em 2015, que garantiu o título brasileiro aos paulistas. Na ocasião, várias ruas no entorno do estádio foram isoladas e houve escolta para os visitantes. Nenhum caso de violência entre as torcidas foi registrado, apenas delitos isolados.

O Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (GEPE) já está monitorando as manifestações das duas torcidas na internet. A esperança é que tudo corra bem e o jogo seja marcado pelo bom futebol, e não pela violência.

Cerca de 10% da carga total de ingressos foi destinada para venda aos torcedores do Flamengo. O Mundo Rubro Negro não recomenda a presença de qualquer torcedor, seja rubro-negro ou vascaíno. Futebol não pode ser administrado para facilitar a violência.

O primeiro “Clássico dos Milhões” de Muricy Ramalho

 

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!