Após a demissão de Zé Ricardo, no último domingo, o Flamengo deve anunciar nas próximas horas o nome que substituirá o antigo comandante. O colombiano Reinaldo Rueda, de 60 anos, multi-campeão pelo Atlético Nacional, foi o escolhido da diretoria rubro-negra.



De acordo com o Globoesporte.com, clube e treinador resolveram pendências e o anúncio deve ser feito após seu desembarque no Brasil, previsto para o domingo.

O vínculo com o técnico deverá se estender até o final de 2018. Ele chega ao Fla acompanhado de dois auxiliares de campo. Bernardo Redin, com quem trabalhou no Atlético Nacional, e Carlos Eduardo Velasco, preparador físico.

Rueda, atualmente, é um dos nomes mais fortes entre os treinadores da América do Sul. Consolidou seu trabalho em clubes com o título da Libertadores de 2016, com o Atlético Nacional (COL). Na equipe colombiana, trabalhou com Orlando Berrío no melhor momento do atacante – que acabou culminando na vinda do atleta para o Flamengo.
 

Rueda esteve no Ninho do Urubu, neste ano, enquanto ainda treinava o Atlético Nacional


 

Em sua carreira, o novo técnico rubro-negro também comandou: Cortuluá, Deportivo Cali, Independiente Medellín, Colômbia (sub-20 e profissional), Honduras e Equador. Com destaque para os dois últimos, onde fez um ótimo trabalhou e acabou classificando as seleções para as Copas do Mundo de 2010 e 2014, respectivamente.

Advogado de Rueda agita torcida no Twitter

Antes mesmo da matéria do Globoesporte.com, a FlaTT “descobriu” o perfil de Ramy Abbas Issa, supostamente advogado do treinador. Ramy postou uma foto do Cristo Redentor agitando a bandeira da Colômbia.

Dias atrás o advogado postou foto com Rueda cuja legenda dava a entender que teria sido tirada em Munique – Reinaldo Rueda estava fazendo cursos e oficinas no gigante alemão Bayern de Munich, antes de começar a negociar com o Flamengo sua volta ao trabalho.

Gringos no comando do Fla

O Flamengo volta a ter um técnico estrangeiro comandando sua equipe profissional após 36 anos. O último foi o paraguaio Modesto Bría, um dos destaques na conquista do tricampeonato carioca entre 1942/44 como jogador, também marcou nome como treinador do Flamengo, em 1981. Antes dele, Fleitas Solich, também paraguaio, foi técnico do Fla com belas passagens entre os anos de 1953 e 1971, quando comandou a equipe em 526 jogos. Armando Renganeschi (Argentina), Charles Willians (Inglaterra), Izidor Krüschener (Hungria), Ernesto Santos, Cândido de Oliveira (Portugal), Juan Carlos Bertoni e Ramón Platero (Uruguai) também estiveram à frente do Fla.
 



O Mundo Rubro Negro precisa do seu apoio. Contribua mensalmente com nosso trabalho. Clique aqui: bit.ly/ApoiadorMRN


Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!