Em noite inspirada de Willian Arão, Fla vence a Portuguesa pelo Campeonato Carioca

 

Em ritmo de Carnaval, o Flamengo não tomou conhecimento da Portuguesa no estádio Raulino de Oliveira nesta quarta-feira de cinzas. O Rubro-Negro, que teve a estreia oficial do argentino Mancuello, viu Willian Arão brilhar e marcar dois, dos cinco gols da goleada sobre o time da Ilha do Governador. O jogo foi marcado por polêmicas. A Portuguesa terminou com dois jogadores a menos. Mas o Mengão fez a festa da torcida que compareceu em bom número em Volta Redonda. O Fla agora se prepara para enfrentar o Vasco, time que está com 100% de aproveitamento no Campeonato. O Clássico dos Milhões acontece no próximo domingo, em São Januário.



O JOGO

Com a bateria afinada, o Flamengo entrou vibrante na avenida do estádio Raulino de Oliveira. O time do mestre Muricy Ramalho conseguiu impôr seu ritmo de jogo e evoluir sem muito problemas. O domínio rubro-negro era nítido desde o início da partida. Já a Portuguesa preferiu ficar apenas no recuo. Aos quatro minutos, enquanto desfilava pelo lado esquerdo, Sheik foi derrubado e a falta foi marcada. Mancuello cobrou e Juan cabeceou por sobre a meta do goleiro Márcio.O arqueiro lusitano que logo depois viria a salvar o time de sofrer o primeiro.

Em seguida, aos oito minutos,  Arão lançou Emerson que chutou para grande defesa do Márcio, depois Mancuello tentou chutar, mas foi bloqueado.  Cirino chegou à linha de fundo, fez o corte em seu marcador que utilizou do mesmo recurso e cortou a bola com a mão. Embora demorada, a penalidade foi marcada e desperdiçada por Emerson Sheik que bizonhamente isolou a bola. 

O enredo do jogo, portando, não se modificou. Era ataque contra defesa. Os jogadores da Portuguesa pareciam não saber o esporte que estavam praticando. Aos 32 minutos Belarmino tocou a mão na bola. Novamente a falta, deste vez fora da área, foi marcada. Mancuello cobrou e Guerrero apareceu sozinho para cabecear na segunda trave. 1×0 Flamengo.

O gol deixou o Flamengo bem mais à vontade em campo. A superioridade do Mais Querido era notável. Emerson, que perdera o pênalti, se redimiu dando uma linda assistência para William Arão marcar o segundo gol do Flamengo.

O primeiro tempo terminou sem o time da Ilha do Governador dar um chute sequer a gol. No finalzinho da etapa inicial, Guerrero foi advertido com o cartão amarelo pelo árbitro, após ter reclamado de uma cotovelada que teria sofrido.  Flamengo 2×0.

A etapa complementar começou como terminara a inicial. Impulsionado pela torcida que cantava nas arquibancadas, o Flamengo não deu chances para a Portuguesa colocar o bloco na rua. O Mais Querido teve um pênalti ignorado pelo árbitro Philip Bennett. Emerson lançou Guerrero que foi bloqueado, pediu pênalti e o juiz nada marcou.

A comissão de frente do Flamengo estava tendo um bom desempenho, mas time que quer ser campeão precisa de um bom conjunto. William Arão apareceu como elemento surpresa para incomodar ainda mais a zaga lusitana. Arão chutou por cobertura, o zagueiro tentou tirar, mas a bola entrou e muito.

Cirino sofreu uma entrada dura no tornozelo e deu lugar a Gabriel. O baiano logo nos seus primeiros minutos em campo foi decisivo para a expulsão de Allan Miguel, que derrubou o atacante do Fla e já tinha o amarelo por reclamação. A situação da Portuguesa que já era crítica, ficou pior. Arão fez um lindo lançamento para Emerson, que driblou o goleiro e sofreu o pênalti do arqueiro da Lusa, que também estava amarelado. O jogador foi expulso, obrigando o técnico Gaúcho, a colocar o zagueiro Fernando, que entrara no decorrer na partida, para a meta da Portuguesa. Detalhe: Fernando é formado na base do Flamengo e está emprestado a Portuguesa. Sheik pediu para cobrar e desta vez não desperdiçou. 

 

Com a vitória já garantida, Muricy Ramalho tirou Guerrero de campo. Felipe Vizeu, artilheiro do Fla na campanha vitoriosa da Copa São Paulo, entrou no lugar do peruano, que foi preservado para o clássico contra o Vasco. A revelação do Fla entrou bem e logo em sua primeira participação quase marca de cabeça. O goleiro Paulo Victor que era um espectador de luxo da partida, mostrou que estava atento ao defender a bola cabeceada por Rafael Paty.

O jogo caminhava para o seu final quando Rodinei ouviu a torcida que gritava “Ta sem goleiro”, o lateral do Fla chutou de fora da área e fechou a goleada em Volta Redonda. O Mais Querido fechou com nota dez e entra na briga para voltar a ser campeão.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo, para enfrentar o Vasco, em São Januário, às 17h.

FICHA TÉCNICA

Portuguesa 0x5 Flamengo – 3ª rodada do Campeonato Carioca

Data: 10/02/2016

Local: Raulino de Oliveira- Volta Redonda

Horário: 21h45 (horário de Brasília)

Arbitragem: Philip Georg Bennett

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha

Cartões amarelos: Guerrero (FLA); Márcio, Allan Miguel, Rafael Paty (POR)

Cartões vermelhos: Allan Miguel e Márcio (POR)

Gols: Primeiro tempo: Guerrero,  aos 32′ e Willian Arão , aos 35′. Segundo tempo: Willian Arão, aos 14′, Emerson, aos 30′ e Rodiniei aos 44′.

PORTUGUESA:  Márcio; Belarmino, Pessanha, Allan Miguel e Diego Maia; Silvano, Victor Hugo e Alê Carioca; Allan Barreto (Fernando), Rafael Paty e Gilcimar (Elivelton). Técnico: Gaúcho


FLAMENGO: Paulo Victor; Rodinei, Juan, Wallace e Jorge; M.Araujo, W.Arão (Allan Patrick) e Mancuello; Marcelo Cirino (Gabriel), Emerson Sheik e Guerrero (Felipe Vizeu). Técnico: Muricy Ramalho

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!