O que esperar de uma entidade que pensa apenas em benefício próprio…

Bruno Vasconcellos (Twitter: @BrunoCellos_CRF) – Para o MRN Informação

E não no desenvolvimento do futebol do Estado, como deveria fazer? Chegando até a multar seus filiados, caso algum profissional fale mal publicamente da competição que ela diz organizar. O que aconteceu na reunião do conselho arbitral de ontem, foi apenas uma gota d’água em um balde que já estava prestes a transbordar. Agressividade e ofensas são provas da falta de argumentos. Postura totamente inadequada de quem deveria promover o debate para um melhor entendimento. Talvez, racha, não seja a melhor definição. Fla&Flu apenas cansaram de se submeter aos mandos e desmandos do Sr° Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro. Tudo isso ocorre  a menos de 24 horas do início do Campeonato Carioca, que por tudo que vem acontecendo nos últimos dias, está fadado ao fracasso.

CASO ANTIGO

Flamengo e Fluminense já haviam mostrado seu descontentamento com Rubens Lopes no ano passado. A dupla resolveu não apoiar a reeleição do mandatário que está no comando da FERJ desde 2007. Na ocasião o Vasco da Gama, que era presidido por Roberto Dinamite, também se juntou aos rivais e emitiram uma nota oficial onde apontavam os motivos pelo qual não se sentiam em condições de apoiar a reeleição de Rubinho. Entre eles, falta de transparência e cobrança de taxas elevadas sobre a receita dos jogos.

O ESTOPIM

É de comum acordo que o alto preço dos ingressos é um dos fatores que tem diminuído a presença de público nos estádios. Para que esse quadro seja revertido, é preciso uma redução nesses valores. Porém decidiram e colocaram em prática da melhor forma brasileira ‘ de qualquer jeito’. Não respeitaram os contratos de Flamengo e Fluminense com o Consórcio Maracanã e nem com seus Sócios Torcedores.


FATOR NOVO   #SQN

Num momento em que se fala tanto em renovação na estrutura dos clubes, uma velha e desnecessária figura ressurge. Eurico Miranda  representa um retrocesso no futebol. O presidente cruzmaltino, amigo pessoal de Rubens Lopes, chegou a dizer que o campeonato carioca é a melhor competição e mais rentável do Brasil. Criador de polêmicas nato, Eurico não obteve o resultado que pretendia. Acostumado a ter seus desejos atendidos pela FERJ, o charuteiro encontrou resistência na dupla Fla-Flu e viu que a banda não vai tocar conforme sua música.

A COVARDIA DO ALVINEGRO

Mudou a diretoria do clube, mas não a maneira arcaica de se pensar. O Botafogo como um dos grades deveria ser exemplo e assim como Fla & Flu lutar pela moralização do futebol carioca. Mas uma vez o alvinegro preferiu as migalhas da federação do que dar um enorme passo rumo a profissionalização do futebol.

LIGA  DOS CLUBES CARIOCAS

Em nota oficial divulgada nesta sexta-feira, Fla&Flu disseram que pretendem criar uma Liga de Clubes, caso o atual modelo de gestão da FERJ não seja alterado. A ideia é perfeita, mas de difícil concretização, uma vez que todos os demais clubes se posicionaram á favor da FERJ  e como um ditado popular diz “Uma andorinha só não faz verão”. Além disso, a Liga precisaria da  aprovação da própria FERJ para  que tivesse legitimidade.