Select Page

Liberado, por enquanto

Liberado, por enquanto

Em mais uma batalha contra a FERJ, Flamengo consegue efeito suspensivo no STJD e Luxa comandará o time no Fla-Flu

Por Igor Pedrazzi - MRN Informação

Após ter o efeito suspensivo negado pelo TJD-RJ na tarde desta quarta (01.04), o departamento jurídico do Flamengo agiu rapidamente e colocou o recurso no STJD, que acatou o pedido na parte da noite. O treinador havia sido suspenso por dois jogos por supostamente incitar a violência contra a Federação, o que todos nós sabemos que jamais ocorreu.

mrn inf

“Já tínhamos desde ontem o recurso pronto. Hoje, interpusemos o recurso no STJD, dentro do prazo. O presidente do tribunal pode dar a decisão até sexta feira. Pode sair até sábado ou domingo também, normalmente” – Flávio Willeman – Vice Pres. Jurídico do Flamengo

O Flamengo continuará trabalhando forte para que o treinador não seja impedido de trabalhar por conta de normas ditatoriais de quem comanda o futebol aqui do Rio de Janeiro. Vale lembrar que é a segunda vez que o Flamengo precisa recorrer ao STJD, já que Luxemburgo também estaria suspenso de comandar o time contra o Bangu, no dia 25/03. Confira abaixo a liminar que concedeu o direito de poder trabalhar ao nosso comandante:

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Ronaldo Piacente, cancelou, nesta noite (1/4/2015), liminarmente, os efeitos da punição do técnico Wanderley Luxemburgo pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro. Desta forma, o técnico poderá dirigir o Flamengo nos próximos compromissos do clube, até decisão final do caso, provavelmente pelo Pleno do STJD, se houver recurso.

Para Ronaldo Paciente, o processo exige uma “análise mais profunda sobre os fatos”, em especial a conotação da frase de Wanderley Luxemburgo que motivou sua suspensão por dois jogos, pelo TJD. Entende que uma eventual negação do efeito suspensivo no Recurso Voluntário causaria prejuízos de dano irreparável ao técnico, pois ele acabaria cumprindo a punição antes mesmo do julgamento final do processo no TJD/RJ.

Além disso, caberá a Luxemburgo, querendo, entrar com Recurso Voluntário contra decisão do Pleno do TJD/RJ para o Pleno do STJD, e assim sendo, eventual Recurso interposto perante ao STJD provavelmente já não faria mais sentido, porque certamente o técnico já teria cumprido a suspensão de duas partidas.

Luxemburgo estará liberado para exercer suas funções até a data do julgamento, ainda não definida. A resolução do caso ainda deve ficar pra próxima semana.

@MRN_CRF

About The Author

ANÚNCIO

PRINCIPAIS POSTS

ANÚNCIO

TV MRN

Loading...

Assine nossa Newsletter

ANÚNCIO

Ajude o Mengão!

Banner_300X300

ANÚNCIO

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto: