Kayke foi apresentado pelo Flamengo no início de agosto. Contratado para ser o substituto imediato de Guerrero, o camisa 27 tem aproveitado as oportunidades que sugiram. Autor de dois gols na goleada por 4 a 1, sobre o Goiás, o atacante ultrapassou o centroavante peruano em número de gols e já divide opiniões entre os torcedores.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O brasiliense de 27 anos  tem se mostrado mais efetivo que o centroavante da seleção peruana. Em 14 jogos marcou 6 gols, mesmo não sendo titular na maioria deles. Já Paolo Guerrero balançou a rede apenas quatro vezes em 16 jogos. Oswaldo de Oliveira elogiou o jogador e evitou comparações.

— Fiquei muito feliz com o Kayke. Um cara determinado, trabalhador. Vamos esperar que ele continue marcando gols, porque estamos precisando… O Guerrero é um grande jogador. O Kayke está se tornando um grande jogador. Parabéns ao Flamengo que tem esses dois jogadores.

O artilheiro agradeceu o elogio do treinador  e falou sobre a confiança que têm recebido.

— O professor tem me dado muita moral desde que chegou aqui. Nunca hesitou em me colocar nos jogos. A gente sabe que, anteriormente, a titularidade era uma coisa que era distante realmente, e você conquista ela de acordo com suas performances. Acredito que venho fazendo meu melhor para que isso um dia realmente aconteça. Espero que esteja próximo.


Kayke é prata da casa e logo na sua chegada falou da concorrência que enfrentaria com Guerrero.
— Ele é um cara que admiro. É um dos melhores atacantes do futebol brasileiro. Futuramente, me vejo atuando junto com ele. Para mim, é uma forma de inspirar e melhorar sempre no dia a dia. Pressão é normal. Costumo ter sorte nas minhas estreias.

Trajetória de Kayke no Flamengo 

 

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo

Autor de quase 200 gols na base rubro-negra, Kayke não teve o mesmo sucesso quando chegou aos profissionais. Fez apenas quatro partidas, todas em 2007.  Na sua volta ao Mais Querido, após oito anos, kayke estreou contra o Atlético-PR, no Maracanã. Jogo vencido pelo rubro-negro carioca pelo placar de 3 a 2. Na oportunidade Kayke entrou no segundo tempo, no lugar de Ederson, que também fazia sua estreia naquela noite. O jogador se movimentou bastante e até chegou marcar um gol que foi acertadamente anulado pelo árbitro, pois Kayke estava em posição de impedimento.

A titularidade veio na partida contra o Sport, na Arena Pernambuco, pela 22ª rodada do Brasileirão. O nervosismo atrapalhou o jogador que perdeu boas oportunidades, algumas até frente a frente com o goleiro. Passada a pressão do primeiro jogo como titular, Kayke continuou na equipe e brilhou, fazendo dois gols na vitória de 3 a 0 sobre o Avaí na rodada seguinte.

Kayke comemorando o seu primeiro gol como profissional no Flamengo. Foto: Site Oficial

Kayke comemorando o seu primeiro gol como profissional no Flamengo. Foto: Site Oficial

No seu primeiro clássico no retorno ao Flamengo, o camisa 27 não passou em branco, marcou o segundo gol do triunfo rubro-negro no Fla-Flu  (3×1).

A fase do time era boa. O atacante subiu de produção junto com seus companheiros e foi peça fundamental diante da Chapecoense, anotando o gol que sacramentou a vitória por 3 a 1 na Arena Condá. Depois desse jogo o artilheiro viveu um jejum de gols, assim como o seu concorrente. Vale ressaltar que o Guerrero se recuperou de uma lesão do tornozelo direito e reassumiu a titularidade da equipe.

Nesse domingo (09.11) Kayke teve uma nova oportunidade de começar jogando, já que Guerrero fora expulso no último jogo do Fla. O brasiliense mostrou que seu faro está aferido e anotou dois gols na goleada sobre o Goias, no Maracanã. Com 26 gols na temporada, o atacante está na briga pelo Troféu Artilheiro do Ano. Ricardo Oliveira lidera a disputa com 36.