Após a derrota para o Grêmio no último final de semana, o Flamengo voltou a campo para enfrentar a Chapecoense em Volta Redonda. Em partida com gol cedo de Felipe Vizeu, expulsão de Everton e pênaltis polêmicos, o Mais Querido conseguiu um empate no fim com Alan Patrick e garantiu um ponto no Brasileirão.



O time chegou com três desfalques para esse confronto. Sem Cuéllar, lesionado, Guerrero, com a seleção peruana, e Muricy, que segue fora, a equipe comandada por Jayme de Almeida voltou a aparecer sem Mancuello e com Márcio Araújo. A diferença foi a entrada de Willian Arão, que estava na reserva contra o Grêmio.

O JOGO

O Flamengo começou com bastante intensidade e chegou ao ataque logo no início. Felipe Vizeu, substituto de Paolo Guerrero, logo aproveitou a chance quando recebeu cruzamento de Everton na área e mandou para o fundo da rede, abrindo o placar cedo. Entretanto, poucos minutos depois foi a vez da Chapecoense chegar perto do goleiro do Fla, mas o juiz assinalou pênalti de Juan no lance, que não tocou no jogador e ainda levou um cartão amarelo. Na cobrança, Bruno Rangel acertou e empatou tudo.

Depois do lance, Juan sentiu dores na coxa e acabou substituído por Rafael Dumas, menino que subiu do Sub20. Com isso, a dupla de zaga ficou com Dumas e Léo Duarte, enquanto a faixa de capitão foi para o braço de Paulo Victor. A partir deste momento, a Chapecoense ficou melhor no jogo e conseguiu atacar mais. O Flamengo sofria com a defesa e não conseguia mandar bolas para o ataque. O primeiro tempo seguiu com o visitante jogando melhor e o Mais Querido tendo problemas.

Na segunda etapa, Jayme resolveu voltar sem alterações e a partida ficou morna, com as equipes sem tentar muitas jogadas. A maior dificuldade do Flamengo foi acertar cruzamentos, já que a equipe mais uma vez errou muitos e prejudicou seu ataque.

Na metade do segundo tempo, Jayme de Almeida resolveu mudar a equipe e, sob protestos da torcida, sacou Felipe Vizeu e colocou Ederson. Pouco depois, o treinador optou por tirar Marcelo Cirino e mandar Emerson Sheik para o jogo. Quando a partida parecia que não teria mais emoção, Everton fez falta com o pé alto e foi expulso direto pelo árbitro. Com um jogador a mais, a Chapecoense aproveitou para tirar o empate do placar e foi para cima, exigindo defesas de Paulo Victor duas vezes.

Aos 34 minutos, Ederson fez falta na entrada da área, Hyoran fez bela cobrança e conseguiu virar o placar em Volta Redonda. Com isso, o Flamengo se abalou e não conseguia reagir, errando muito e por pouco não levando mais gols. No último lance da partida, o árbitro assinalou mais um pênalti, mas dessa vez para o Fla. Alan Patrick foi para a cobrança e não perdeu a oportunidade, empatando e diminuindo um pouco os problemas da noite.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrenta a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli. A partida será no domingo (29) às 11h.

FICHA TÉCNICA:

Flamengo 2×2 Chapecoense – Campeonato Brasileiro – 3ª rodada

Data: 25/05/2016

Horário: 21h (de Brasília)

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)

Árbitro: Diego Almeida Real (RS/ASP-FIFA)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS/ASP-FIFA) e Lucio Beiersdorf Flor (RS/CBF-1)

Cartões amarelos: Léo Duarte, Jorge (FLA)


ESCALAÇÃO DO FLAMENGO: Paulo Victor; Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Everton e Alan Patrick; Marcelo Cirino e Felipe Vizeu. Técnico: Jayme de Almeida

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!