Após a classificação para a semifinal do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o Flamengo/Marinha voltou a campo nesta quinta-feira (5) para enfrentar a Ferroviária. Com o importante desfalque de Maurine, o Mais Querido teve problemas no meio e, apesar de abrir o placar, não conseguiu segurar o resultado e saiu derrotado de São Paulo.

O Flamengo entrou em campo sabendo que o ideal seria sair do Estádio Fonte Luminosa com pelo menos um empate com gols. Por isso, a equipe comandada por Ricardo Abrantes procurou se organizar o mais rápido possível na partida. Entretanto, a ausência da meia Maurine, que fraturou o dedo durante um treino e ficará seis semanas fora, acabou deixando esse setor bagunçado, dificultando a criação de jogadas.

A Ferroviária mostrou sua força desde o início. Atual campeã da Libertadores, a equipe utilizou o fator casa para buscar a vitória e, graças ao ótimo desempenho de Paula Ugarte, levou perigo ao gol de Luana algumas vezes. O grande problema do Flamengo foi que, enquanto a defesa deixava espaços e sofria com as adversárias, o ataque não conseguia armar jogadas, errava o último passe e fazia finalizações ruins.

Porém, tudo mudou quando, aos 34 minutos do primeiro tempo, o Flamengo conseguiu uma falta perto da área e a cobrança foi direto na cabeça de Tânia Maranhão, abrindo o placar para o rubro-negro. A alegria não durou muito já que, pouco tempo depois, Paula Ugarte chutou livre para empatar.

No segundo tempo, o Fla voltou distraído e quase levou a virada logo no início. Entretanto, as meninas acordaram e partiram pra cima, conseguindo dominar a posse de bola e chegando mais ao ataque. O que mais atrapalhou o Flamengo foi a desatenção, que predominou no ataque com os diversos impedimentos e na defesa graças a marcação ruim. Aos 40 minutos da segunda etapa, Mariana, que havia acabado de entrar na partida, recebeu uma ótima bola de Patrícia e sozinha marcou o segundo da Ferroviária e a virada do time da casa.

Com esse resultado, apesar de perder o jogo o Flamengo/Marinha não sai totalmente na desvantagem. Graças ao gol marcado fora de casa, a equipe rubro-negra precisa apenas de uma vitória simples no Rio de Janeiro para garantir a classificação. A partida ainda não tem local definido, mas onde quer que jogue o Mais Querido tem retrospecto positivo em casa.

Na outra semifinal, as equipes não saíram do empate e a vaga será definida no segundo jogo. Com o 1×1 entre São José e Rio Preto, que fizeram a final do ano passado, é incerto quem poderá ser o adversário do Flamengo. O duelo de volta será na próxima quarta-feira.

Ferroviária x Fla

FICHA TÉCNICA

Ferroviária 2×1 Flamengo

Jogo de ida da semifinal do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino

Data: 05/05/2016

Horário: 19h

Local: Fonte Luminosa, Araraquara (SP)

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP/CBF-2)

Assistentes: Fabio Rogerio Baesteiro (SP/CBF-1) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP/CBF-1)

Cartões amarelos: Ju

 

FLAMENGO: Luana, Danielle, Karen, Tania Maranhão, Flavinha (Patricia), Roberta, Gaby (Jane), Bia Vaz (Rayane), Larissa, Ju e Barbara