O Flamengo/Marinha se sagrou campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2016 nesta sexta-feira (20). Em jogo extremamente disputado e com muita raça durante os 90 minutos, o Mais Querido conquistou a taça pela primeira vez em sua história e coroa a grande campanha deste ano. Disputando a volta em São Paulo, as rubro-negras fizeram 2×1 ainda no primeiro tempo e seguraram o resultado até o fim.

Foi brigado, com raça e merecimento. Após 180 minutos de muita batalha, o Flamengo conquistou a taça do Brasileiro Feminino e agora comemora o título inédito. As meninas entraram em campo sabendo da responsabilidade que tinham nas costas. Com a desvantagem pela derrota em casa na última terça-feira, a equipe precisava de foco e muita vontade.

Logo aos 5 minutos, Larissa, que chegou ao jogo muito mais atenta do que na última partida, fez jogada em velocidade e sofreu um pênalti. A artilheira pegou a bola, chutou bem e abriu o placar, eliminando a vantagem do Rio Preto logo de cara. Entretanto, o Flamengo vacilou e, no lance seguinte, fez outro pênalti, que foi convertido sem chances de defesa para Luana.

O duelo seguiu muito brigado, mas o Rio Preto começou a se destacar, assustando bastante o Flamengo e exigindo atenção da defesa. Com isso, o Fla precisou mudar rapidamente de estratégia e logo equilibrou o confronto, dando à final a dramaticidade esperada. Enquanto a zaga conseguia segurar as investidas adversárias, o ataque tentava a todo custo acertar as finalizações e isso aconteceu aos 45 minutos, quando a bola sobrou para Gaby marcar na falha da goleira Luciana e colocar o Mais Querido na frente novamente.

Durante o segundo tempo, as meninas não usaram a vitória para jogar apenas na defensiva e, enquanto seguravam um Rio Preto que ia muito forte ao ataque, acreditavam em Larissa e Gaby para tentar mais um gol. A partida foi muito equilibrada na etapa final e os dois times tiveram chances de marcar, mas as zagas funcionaram bem e evitaram alterações no placar. O duelo seguiu assim até que o árbitro Douglas Marques, aos 48 minutos, encerrou o jogo, consagrando o Mengo campeão do Brasileirão.


A caminhada foi longa e difícil, mas as meninas rubro-negras jogaram com muita raça e vontade durante o caminho inteiro. Durante a comemoração, a goleira Luana, que foi muito segura durante a final, falou “Não tenho nem palavras. Só posso agradecer a Deus e agradecer a oportunidade de participar de uma equipe assim. É um grupo que trabalha há muito tempo e aprende com as derrotas. Não caiu a ficha, é muito merecido“. Maurine, que chegou após o Draft desse ano, comentou sobre a conquista e o grupo: “É muito importante para a modalidade. Que o futebol feminino possa evoluir cada vez mais no nosso país, precisamos disso. Me senti em casa quando cheguei no Flamengo. Me identifiquei aqui”.

Queremos ganhar tudo. Libertadores, Mundial, Carioca, Copa do Brasil“, Ricardo Abrantes, treinador campeão do Flamengo/Marinha.

Foto: RICARDO STUCKERT/CBF

Foto: RICARDO STUCKERT/CBF

FICHA TÉCNICA

Rio Preto 1×2 Flamengo

Jogo de volta da final do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino

Data: 20/05/2016

Horário: 19h

Local: Estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto (SP)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP/CBF-3)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP/ASP-FIFA) e Fabio Rogerio Baesteiro (SP/CBF-1)

Cartões amarelos: Gaby e Diany (FLA)

Gols: Larissa, aos 5 minutos, e Gaby, aos 45 minutos do primeiro tempo

FLAMENGO: Luana, Danizinha, Karen, Tania Maranhão, Emilião, Diany, Gaby, Bia Vaz, Maurine, Larissa e Bárbara (Ju)