Torcida do Flamengo compareceu ao Kleber de Andrade mas não curtiu a atuação

Torcida do Flamengo compareceu ao Kleber de Andrade mas não curtiu a atuação. Foto: Gustavo Duarte


 

Depois de perder a última partida para o Vasco, no último domingo pelo Campeonato Carioca, o Flamengo voltou a campo nessa quarta-feira (17), pela Primeira Liga. O confronto com o América-MG ocorreu pela segunda rodada da competição e foi disputado no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES).

O último duelo entre as equipes ocorreu há 5 anos, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o Flamengo venceu por 2×1, em jogo disputado no Engenhão.

A torcida rubro-negra compareceu em bom número ao jogo e mesclou momentos de apoio e vaias por toda a partida. Ao final do jogo, a torcida vaiou e demonstrou que, apesar do resultado, não aprovou a atuação da equipe.

Com o resultado, o Flamengo praticamente assegura a classificação para as semifinais da competição. No dia 9 de março, quarta-feira, o Flamengo enfrenta o Figueirense para fechar a fase de classificação. O jogo acontecerá em Cuiabá, na Arena Pantanal, às 19h30 (horário de Brasília).

 

Primeiro tempo equilibrado

Embora já na primeira etapa a torcida mostrasse insatisfação com o que via em campo, as equipes buscaram jogo e fizeram um jogo equilibrado, porém sem lances de grande perigo para nenhum dos lados.

Estreante da noite, Cuéllar se movimentou bem e participou de algumas jogadas ao longo dos 45 minutos iniciais. Mancuello também estava com boa movimentação na partida e voltava para buscar a bola com frequência.
 

Venceu mas não convenceu

Assim que a bola rolou na segunda etapa, o Flamengo teve um pênalti a favor, após Gabriel realizar tentativa de cruzamento na grande área e o lateral Jonas colocar a mão na bola. Éverton cobrou para a equipe rubro negra e abriu o placar no Espírito Santo.

 


 

Depois de estar em vantagem no placar, o Flamengo recuou demais e chamou o América-MG para o ataque. A equipe mineira chegou bem em algumas tentativas, mas Paulo Victor fez boas defesas e evitou o empate.

O Flamengo quase chegou ao segundo gol em finalização dentro da pequena área de Marcelo Cirino. Na jogada, o camisa 7 rubro-negro tentou cruzamento para Willian Arão, mas a zaga adversária desviou e a bola bateu no travessão.

Mesmo com a vitória, a equipe saiu de campo vaiada pela torcida presente no estádio, que deixou claro não ter gostado da atuação da equipe, apesar da vitória.

 

Estreante

Muricy Ramalho falou sobre a estreia do colombiano Gustavo Cuéllar. O treinador achou que o jogador foi se soltando aos poucos. Natural para um jogador em fase de adaptação.

“Ele melhorou no segundo tempo. No primeiro, ficou um pouco preso. É a primeira vez que atua junto com o time. Estamos treinando, recuperando os atletas. Mesmo com pouco entrosamento, no segundo tempo ele se soltou  mais, jogou bem, teve bastante passe. Com o entrosamento, vai se tornando ainda mais o jogador importante que precisamos que ele seja”, declarou na coletiva após a partida.

Muricy na coletiva. Foto: Flamengo

Muricy na coletiva. Foto: Flamengo

Teste bom

Destacando a boa atuação contra o Atlético Mineiro, jogo válido pela primeira rodada da Primeira Liga, o treinador enalteceu o adversário de hoje e disse que esperava o jogo da maneira que ele foi jogado.

“Jogamos bem contra o Atlético-MG. Contra a Portuguesa, era obrigação arranjarmos aquele resultado. Hoje foi um teste bom. O América-MG é um time forte, rápido, com um dinâmica muito boa. Foi um jogo dentro do normal do começo de temporada”, concluiu.

 

 

Ficha Técnica

Time: Paulo Victor; Rodinei, Juan, Wallace e Jorge; Cuellar, M.Araújo e Mancuello (Marcelo Cirino); Everton, Gabriel (Willian Arão) e Guerrero (Felipe Vizeu).

Árbitro: Braulio Machado

Assistentes: Nadine Schramm Câmara Bastos e Eli Alves

Público: 17.0167 presentes, 13.817 pagantes

Renda: R$ 900.480,00