Repudiando arbitragens que já cometeram vários erros graves nesse Brasileirão, Clube emite nota oficial 



Não foi a primeira, nem a segunda, e nem vai ser a última. O Flamengo segue sendo prejudicado por decisões duvidosas dos árbitros, e coincidentemente ou não, no ano em que mais se manifestou contrário as determinações da CBF e a favor da MP de responsabilidade do futebol. E na manhã desta segunda, foi emitido um comunicado oficial, e nele o Clube promete ação nas instâncias responsáveis. Segue o comunicado:

O C.R. Flamengo vem, por meio desta nota, ratificar o total descontentamento e repúdio a respeito da arbitragem dos jogos que disputou no Campeonato Brasileiro de 2015.

Desde o início da competição, os erros cometidos contra o clube têm se repetido e, acumulados, comprometem sensivelmente o desempenho de nossa equipe na tabela de classificação. Não bastasse a aparente falta de critério nas advertências e nas marcações de penalidades dentro de campo, este ano tivemos o desprazer de sofrer um gol até de uma bola que veio de fora do campo.

Reconhecido pelo Governo, sociedade civil e imprensa como praticante de uma política de honestidade, austeridade, transparência e clareza absolutas, a diretoria do Clube de Regatas do Flamengo entende que a arbitragem é passível de erros, que não existe aferição indefectível e que até haja quem considere esta imperfeição uma das “belezas” do futebol. O próprio C.R. Flamengo já foi favorecido em um lance contra o S.C. Internacional. Não vemos demérito em reconhecer. Sabemos que errar é humano. Mas insistir no erro não.

As coincidências fazem com que associados, torcedores e até jornalistas se perguntem e nos perguntem se não há, em tamanha recorrência, uma perseguição, um favorecido ou um interesse. Preferimos acreditar que não, apesar de já termos vivido as mesmas suspeitas por problemas semelhantes e em menor escala de importância no último Campeonato Carioca.

Por isso, no dever de defender os interesses do C.R. Flamengo e do jogo limpo como um todo, entraremos formalmente com uma representação contra o senhor Igor Benevenuto, árbitro das desastrosas decisões (ou indecisões) do último jogo contra a S.E. Palmeiras, em todas as instituições possíveis. Inclusive na FIFA, se possível. Entendemos que o referido árbitro simplesmente não está preparado para figurar entre os aspirantes da entidade.

E, por último mas não menos importante, o C.R. Flamengo solicita à Confederação Brasileira de Futebol e à Comissão Nacional de Arbitragem, além de uma maior atenção ao que está diante de tudo e todos e simplesmente não pode mais ser ignorado, um compromisso com a imparcialidade que dignifica o esporte mais popular do planeta e tão maltratado por aqui.

Apesar do Flamengo.

Conselho Diretor C.R. Flamengo

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER