Rubro-negro abriu 2 a 0 na primeira etapa e segurou a pressão no final da partida

Esse final de semana está sendo especial para o Flamengo. O clube completa amanhã (15.11) 120 anos, e está realizando pela cidade uma série de ações comemorativas. Gávea, Lagoa, Maracanã e São Januário são alguns dos lugares que receberam ou vão receber festejos rubro-negro. São Januário? Sim, São Januário. O tradicional estádio foi palco da final da Taça Rio Sub-17, vencida pelo Mais Querido, em cima do maior rival, pelo placar de 2 a 1.  Com o resultado, Flamengo e Vasco voltam a se encontrar nas duas próximas semanas para definir quem fica com o título carioca da categoria. O Mengão, que é o maior vencedor do torneio, não leva o troféu desde 2012. O jejum do rival é bem maior, desde 2000 que não gritam “É Campeão!”

Sub-17

Jogadores e comissão técnica celebram a conquista.

O  JOGO

Precisando vencer para continuar sonhando com o título carioca, o Flamengo começou o jogo numa pressão enorme  e logo aos dois minutos abriu o placar. Boa jogada de Klebinho pela direita, achou Patrick livre na área. O camisa 11 do Mengão não desperdiçou a oportunidade e marcou o primeiro do jogo. O Flamengo estava muito à vontade em campo, parecia até estar jogando em seus domínios.  Aos 15′ João Pedro (Pepê) quase marca um gol antológico na Colina. O camisa 10 do Mengão recebeu na esquerda, conseguiu ir pro meio tirando dois jogadores da marcação, viu o goleiro do Vasco adiantado, mas na hora de chutar pegou muito em baixo na bola, que passou com perigo.  

Após a parada técnica, o Vasco parecia ter acordado, porém, quem ampliou o marcador foi o Mengão. Contra-ataque puxado por Klebinho, que achou João Pedro em condições, o meia do Fla lançou para Antônio Carlos e o camisa 9 tocou na saída do arqueiro cruzmaltino, no último lance do primeiro tempo.

O início da etapa complementar foi equilibrado. Apesar do ímpeto maior, o Vasco não traduzia a posse de bola em chance clara de gol. A dupla de zaga do Flamengo formada por Bernardo e Matheus Thuler, fazia uma partida elogiável. Novamente após a parada técnica, o Vasco cresceu na partida.


Empurrado pelo seu torcedor que fazia muito barulho na social do clube, os meninos comandados pelo técnico Marcus, aumentaram a intensidade de suas ações. O Fla, por sua vez, estava acomodado com tamanha facilidade que encontrava na partida. Nesse momento de relaxamento, Dudu, que acabara de entrar no lugar de Rodrigo Fernandes, marcou um belo gol. O camisa 20 da Colina recebeu na intermediária, driblou os marcadores a chutou rasteiro no cantinho esquerdo do goleiro Gabriel.

O Fla se desorganizou na partida e parecia até que levaria o gol de empate, pois não conseguia mais passar do círculo central. A torcida e jogadores vascaínos tentaram ludibriar o árbitro, reclamando de faltas que não aconteceram e até um pênalti chegou a ser simulado. O Mengão resistiu à pressão e conquistou essa importante vitória. Além de vencer a Taça Rio, ganha a oportunidade de decidir em dois jogos, contra o Vasco, o título de Campeão Carioca Sub-17.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1×2 FLAMENGO

Local: Estádio São Januário

Horário: 15h30

Data: 14 Nov 2015

Árbitro: Bruno Mota Correia

Vasco: João Pedro, Gabriel Buriche (Victor César), Gabriel Norões, Caetano (Marrony) e Alan Cardoso (Alexandre); Rafael França, Rodrigo Fernandes (Eduardo Feitoza), Douglas Luiz e Robinho (Rodrigo Coutinho); Paulo Vitor e Hugo Borges. Treinador: Marcus Alexandre.

Flamengo: Gabriel; Klebinho, Thuler, Bernardo e Jean Lucas; Michael, Hugo, Patrick e Pepê; Lucas e Antônio. Treinador: Gilmar Popoca.

Reprodução- Twiiter: @batiista98

Reprodução- Twiitter: @batiista98


 

Bruno Vasconcellos faz parte da equipe MRN Informação. Twitter: @BruNoCellos_CRF