Em jogo difícil no estádio da Cidadania, o Flamengo bateu o Resende e chegou a sua segunda vitória no Campeonato Carioca

Por Bruno Vasconcellos (Twitter: @BrunoCellos_CRF) - Para o MRN Informação

O placar apertado traduz bem o que foi o jogo. O Resende se apresentou como uma das equipes pequenas que pode surpreender na competição. O time muito bem treinado por Edson Souza valorizou a vitória rubro-negra. Anderson Pico foi um dos personagens principais da partida. O lateral esquerdo marcou duas vezes, sendo uma delas contra. Apesar do susto no final  e da atuação abaixo do esperado pelo torcedor, o Flamengo conseguiu segurar a vitória que o deixou na liderança da Taça Guanabara.

O JOGO

Jogo disputado e com muita movimentação é assim que podemos definir a primeira etapa. Os dois times jogando em velocidade e com objetividade. Supredendeu a obediência tática do time do sul Fluminense, com a marcação adiantada o Resende se defendia bem e quando recuperava a bola partia em direção ao gol do goleiro César, sem mostrar nenhum temor ao Flamengo. Com o passar do tempo o Fla passou a impôr seu ritmo, mas encontrava dificuldades pra penetrar na defesa resendeense. Aos 16′ Pará cruzou pra área e contou com o desvio da zaga do Resende que quase marcou contra, Nixon fechava pela esquerda, mas o goleiro Arthur conseguiu espalmar. Sem encontrar espaço pra jogar o rendimento do time rubro-negro caiu. Os contra-ataques do Resende passaram a ser frequentes, o Flamengo também chegava e teve uma boa oportunidade de fazer o primeiro com Cirino aos 21′, o camisa 7 disputou a bola com Lucas, se desequilibrou e caiu, mas na sequência roubou a bola invadiu a área do Resende e bateu forte de esquerda. Outro lance de perigo do Flamengo foi aos 31′, após escanteio cobrado por Arthur Maia , Wallace bateu por baixo do goleiro Arthur, mas a zaga cortou em cima da linha.

No segundo tempo o time de Vanderlei Luxemburgo voltou com mais agressividade, Arthur Maia e Everton trocaram de posição. Porém quem quase marcou primeiro foi o Resende. Escanteio na área do Flamengo, César saiu mal e Admilton cabeceou para o alto. A bola bateu no travessão. Arthur Maia que era figura apagada no jogo deu lugar a Alecsandro. Com a entrada do camisa 9, Cirino teve mais liberdade e caindo  pela ponta esquerda fez as melhores jogadas no segundo tempo. Foi assim que surgiu o primeiro do Mengão, bola tocada pra Cirino que rolou pra Anderson Pico de fora da área, mandou uma bomba que desviou no Everton e morreu no canto direito de Arthur, 1 a 0 Fla. Nixon saiu para a entrada de Luiz Antônio, Luxa visava dar mais consistência ao meio campo. Apesar do gol sofrido o técnico Edson Souza não se intimidou e colocou o atacante Wlliam Carioca no jogo. Com a vantagem no placar, o Flamengo passou a jogar do jeito que gosta e sabe,  Marcelo Cirino brincava pela esquerda e em uma dessas descidas, foi derrubado por Admilton dentro da área. Pênalti marcado e convertido por Alecsandro 2 a 0 Fla, aos 27′.

Alecsandro marca de pênalti o segundo do Mengão

Alecsandro marca de pênalti o segundo do Mengão (Foto: Site Oficial do Flamengo)

A folga no placar durou pouco tempo, em um lance de pura infelicidade, Pico autor do primeiro gol rubro-negro, tentou tirar a bola cruzada por Marcel, mas o lateral pegou muito mal e jogou contra sua meta. O gol fez o Resende arriscar ainda mais e Vanderlei Luxemburgo colocou Cáceres no lugar de Canteros dando mais força à marcação. O Flamengo conseguiu se segurar e por pouco não ampliou com Cirino. Vitória suada e na raça, mesmo sem jogar bem o time conquistou os três pontos e segue firme na defesa do título carioca.


Recuperados de lesão Eduardo da Silva e Gabriel serão opções para Vanderlei Luxemburgo no jogo da próxima quarta, ás 22 horas no Maracanã diante da Cabofriense. Já o Resende pega o Madureira em Conselheiro Galvão, também na quarta.

FICHA TÉCNICA

Resende 1 x 2 Flamengo
Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda- RJ
Data: 07 de fevereiro de 2015
Hora: 19h30 (Brasília)

Resende: Arthur; Cássio, Admilton (Marcelo), Lucas e Uallace; Léo Silva, Iuri, Jeferson Silva (Wlliam Carioca) e Marcel; Geovane Maranhão e Jhulliam (Márcio Carioca). Técnico: Edson Souza

Flamengo: César, Pará, Wallace, Samir e Anderson Pico; Márcio Araújo, Canteros (Cáceres) e Arthur Maia (Alecsandro); Everton, Nixon (Luiz Antônio) e Marcelo Cirino. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Thiago Neto Farinha.
Cartões amarelos: Geovane Maranhão, Marcel (Resende); Wallace (Flamengo)
Cartão vermelho: Não houve
Gols: FLA-  Anderson Pico (17/2°T), Alecsandro (27/2°T); RES- Anderson Pico (31/2°T)
Público : 5.700 pagantes; 7.075 presentes
Renda: R$ 137.975,000

@MRN_CRF