Bruno Vasconcellos (Twitter: BruNoCellos_CRF)

O rubro-negro não fez sua parte e foi derrotado de virada para o Figueirense no Maracanã. Foi a 7º derrota em 11 jogos no Brasileiro.

 

IMG-20150705-WA0011

 

FLA PRESSIONA MAS NÃO ACERTA O ALVO

O Flamengo teve o seu melhor início de jogo no campeonato. Com Allan Patrick no lugar de Gabriel e Marcelo Cirino inspirado, o time começou a partida de forma eletrizante. Emerson teve a chance de abrir o placar aos dois minutos. Cirino chutou cruzado e Sheik chegou de carrinho atrasado, a bola foi pra fora. Marcando em cima, o Fla recuperava as bolas com facilidade e tentava na velocidade de seus jogadores abrir o marcador.

Cirino acertou a trave aos 5′. O torcedor estava animado por ver o Flamengo tão agressivo. Postura completamente diferente dos últimos jogos. Acuado, o Figueirense teve que fazer sua primeira substituição aos 14 minutos: Elias sofreu uma torção no tornozelo direito e deu lugar a Everaldo.

As oportunidades perdidas pelo Flamengo impressionavam. A impressão que se tinha era de que a qualquer momento a bola iria entrar, que o gol estava maduro. Cansado de apenas se defender o Figueirense saiu pro jogo por volta dos 30 minutos, mas não levou grande perigo a meta flamenguista.

 

GOL RELÂMPAGO E APAGÃO NO FINAL
A segunda etapa mal tinha começado e foi preciso apenas dois minutos para o Flamengo fazer o que tentou e não conseguiu durante todo o primeiro tempo. Goleiro Muralha saiu jogando e deu a bola nos pés de Canteros que tentou lançou pra Éverton, o arqueiro alvinegro chegou primeiro mas não conseguiu ficar com a bola, Allan Patrick deu um belo drible em Marquinhos e chutou cruzado, 1 a 0 Flamengo. Allan comemorou com a torcida subindo a famosa escadinha e foi punido com cartão amarelo.


O jogo estava fluindo bem até que o árbitro Jaílson Macedo de Freitas marcou uma falta frontal à favor do Figueirense. O juiz foi o único a enxergar a infração em cima do atacante Everaldo. E aos 16′, Ricardinho cobrou e César não conseguiu pegar o chute defensável do meia. Partida empatada e reclamação em cima do inexperiente goleiro do Mengão, que realmente saiu atrasado no lance.

Após o gol sofrido, o Flamengo se encolheu – postura que vem sendo constante neste campeonato. Os jogadores parecem não ter poder de reação. Marcelo Cirino reclamou com o árbitro e também foi advertido com cartão amarelo, o terceiro do camisa 7 que está fora da próxima partida do Flamengo.

Cristóvão Borges só foi mexer na equipe aos trinta e dois minutos. Paulinho entrou para a vaga de Allan Patrick. O meia saiu aplaudido pela torcida. Dez minutos depois Marcelo Cirino deixou o campo vaiado e foi substituído por Eduardo da Silva. O jogo caminhava para o fim. Jogadores e torcida lamentavam mais um tropeço no Maracanã.

Time acumula mais uma derrota em casa. Torcida saiu com gosto amargo do estádio | Foto Flamengo

Time acumula mais uma derrota em casa. Torcida saiu com gosto amargo do estádio | Foto Flamengo

Porém o que já era ruim ficou ainda pior. No último lance da partida Emerson perdeu a bola no meio campo para Dudu que lançou pra Yago, o atacante cruzou e achou Fabinho entrando na área. O volante se jogou de carrinho e fez o gol da virada. Derrota no último lance da partida que fez o time deixar o campo sem ter o que falar com a imprensa. “Não tem justificativa” disse o goleiro César.

A crise voltou pra Gávea justamente na semana em que o clube fará a apresentação do artilheiro da Copa América, Paolo Guerrero. Os questionamentos em cima do trabalho de Cristóvão Borges ficaram ainda mais pesados.O diretor-executivo Rodrigo Caetano disse não pensar em mudanças “No meu entendimento o trabalho vai seguir, não vamos mudar por causa de pressão”.

O Flamengo se reapresenta nesta segunda-feira na parte da tarde no Ninho do Urubu. O time viaja no dia seguinte para Porto Alegre e na quarta, às 22 horas, enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, local onde não vence há treze anos.

 

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1×2 Figueirense
Local: Maracanã- RJ
Data: 05 julho de 2015
Horário: 18h30 (Brasília)
Púbico Pagante: 17.986
Presente: 20.769
Renda: R$ 589.932,50
Gols Allan Patrick (02’/2°T), Ricardinho (16’/2°T) e Fabinho (48’/2°T)

Cartões amarelos: Allan Patrick, Emseron Skeik e Marcelo Cirino (FLA); Dudu e Careceda (FIG)

Cartão vermelho: Não houve

Arbitragem: Jaílson Macedo de Freitas (BA), Alessandro Matos da Rocha (BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)

Flamengo: César,Ayrton, Marcelo, Wallace e Jorge; Jonas, Canteros, Allan Patrick (Paulinho) e Everton; Emerson Sheik e Marcelo Cirino (Eduardo da Silva) Técnico: Cristóvão Borges

Figueirense: Alex Muralha, Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Cereceda; Paulo Roberto, Fabinho, Ricardinho e Rafael Bastos (Yago); Elias (Everaldo) e Thiago Santana (Dudu) Técnico: Argel Fucks