No bloco de hoje do Fla Futebol, um setor que nos deu muita dor de cabeça. Os goleiros estão em pauta. 



Final de Brasileirão se aproximando, e o Flamengo com remotíssimas chances de classificação para a Libertadores da América, já começa a planejar o futuro. Também é época de eleições presidenciais no clube, mas não podemos nos esquecer do planejamento da equipe para o ano seguinte. Sendo assim, durante esta semana apresentaremos ao leitor o Fla Futebol 2016, que contará com a presença de alguns convidados, que irão analisar posição por posição do elenco, e projetarão suas dispensas e contratações para o Flamengo versão 2016.

E hoje, no bloco número 1, falaremos sobre uma posição que nos deu muita dor de cabeça. O gol. No decorrer da semana, trataremos das laterais, da zaga, dos volantes, dos meias e do ataque. E pra isso contaremos com as presenças de @allanmadi@CRFlamenguismo@Homer_Fla , @igor_pedrazzi, @PabloWSC e @TozzaFla.

 

Weverton esteve presente em quatro das seis análises. Goleiro tem feito bom Brasileiro e tem contrato com o CAP até 2017. (Foto: Site oficial CAP)

Weverton esteve presente em quatro das seis análises. Goleiro tem feito bom Brasileiro e tem contrato com o CAP até 2017. (Foto: Site oficial CAP)

@allanmadi (do site torcedores.com)  – Eu traria um goleiro para assumir a titularidade. Como Júlio Cesar e Diego Alves, meus preferidos, são praticamente inviáveis, tentaria o Rafael, do Napoli e ex-Santos. É um goleiro ainda novo e com potencial de seleção. Ochoa poderia ser uma outra opção. Negociaria um dos dois goleiros. Ou venderia Paulo Victor, ou emprestaria o César para ganhar experiência e rodagem. Não sendo possível um goleiro para chegar e ser titular, eu emprestaria o César e contrataria outro para chegar e disputar posição com Paulo Victor. Walter (Corinthians) ou Alex Muralha seriam minhas tentativas.

@CRFlamenguismo (do blog CRFlamenguismo, MRN Blogs) –  Confio no PV, seria meu titular. Apesar de ter caído um pouco de rendimento após a lesão, me passa segurança. Mais maduro, aparenta exercer uma liderança positiva. Não é mais aquele garoto da época do Bruno. Ainda assim, buscaria um goleiro experiente e com contrato encerrando para ser sua sombra. César não passou a confiança necessária para ser o reserva imediato e voltaria a ser o terceiro goleiro e eventual titular do provável elenco sub23 que jogará o Ferjão (Lembrando que são 28 inscritos e apenas 5 podem ser do sub20). Thiago e Daniel ainda precisam ser testados.

@Homer_Fla – A temporada de 2015 expôs a instabilidade no gol. César é jovem e oscila demais para ser titular, enquanto PV faz ano abaixo da crítica. Apesar dos 4 jogadores sob contrato para a 2016 (além de ambos, os jovens Daniel e Thiago), acredito que o setor poderia ter alterações. Valorizado pelo bom ano de 2014, uma negociação de Paulo Victor renderia um bom lucro, que seria parcialmente reinvestido na chegada de um goleiro mais experiente (Júlio César, Rafael Cabral) ou até mesmo na reposição por um goleiro emergente (Weverton, Tiago Volpi). César, por sua vez, é um ótimo reserva e será beneficiado com a sequência no Carioca. Em caso de propostas de times de Série A ou B, poderia ser emprestado para seguir jogando, sendo reposto também por empréstimo por um goleiro sólido de times pequenos das Séries A ou B (Agenor ou Danillo, por exemplo). Por sua vez, Daniel e Thiago ainda não tem nível técnico para contribuírem efetivamente, devendo apenas participar das atividades e eventualidades no decorrer da temporada.

@igor_pedrazzi – Setor muito fraco do elenco. Paulo Victor e César não tem a menor capacidade de atuar pelo Flamengo. Os dois com problemas de fundamentos sérios desde a base. Mas já que não daria pra se desfazer dos dois, pra não ter que gastar dinheiro com dois goleiros, contrataria apenas um goleiro e manteria o PV. Emprestaria o César, precisa de experiência, quem sabe dê certo no futuro. É um setor que precisa de investimento, infelizmente. Nesse caso tentaria Weverton (Atlético PR, tem contrato até 2017) ou Tiago Volpi (Querétaro, com contrato até 2017).

Allan e Pablo citam outro destaque do Brasileirão. Alex Muralha tem tido destaque no Figueira. Contrato até o fim de 2018. (Foto: Site oficial Figueirense)

Allan e Pablo citam outro destaque do Brasileirão. Alex Muralha tem tido destaque no Figueira. Contrato até o fim de 2018. (Foto: Site oficial Figueirense)

@PabloWSC (da TozzaCam) – Particularmente, considero fundamental a contratação de um goleiro para 2016. Minha dupla de goleiros para o ano que vem seria formada por Paulo Victor e Weverton (avaliar condições contratuais junto ao Atlético/PR). Emprestaria o César para pegar experiência e ficaria com o Daniel como 3º goleiro. Outro goleiro que me agrada é o Alex Muralha, do Figueirense, mas considero Weverton mais preparado para assumir a titularidade rubro-negra. Não confio no Paulo Victor. 

@TozzaFla (da TozzaCam) – Ficou provado esse ano que a gente precisa de pelo menos mais um goleiro. Paulo Victor fez um 2014 fantástico e esse ano esteve bem abaixo do esperado, não sei se por conta das contusões que teve, mas mesmo assim, foi bem abaixo da média. Então, imagino que a gente possa emprestar o César, que ainda está muito cru, mas que tem potencial, e trazer mais um goleiro. Os que eu gosto desse brasileiro são Weverton, Alex Muralha e o Danilo Fernandes. Qualquer um desses três brigaria por posição com o Paulo Victor e fatalmente conquistaria a vaga de titular, pelo menos hoje.

Amanhã(10/11/2015), o Fla Futebol continua, e a posição analisada é a lateral-direita!