Flamengo sofre a segunda derrota na Taça Guanabara

 

Depois da parada para o Carnaval, o Mengão voltou a campo pelo Campeonato Carioca Sub-20. Na tarde desta quarta-feira de cinzas, o Mais Querido enfrentou a Portuguesa, no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador. Com um gol de pênalti, o Flamengo sofreu a segunda derrota na Taça Guanabara e já preocupa a sua torcida, não pelos resultados em si, mas pelas atuações dos jogadores reservas que mostram não estarem à altura dos titulares.

Os laterais Kleber e Arthur Bonaldo foram os únicos titulares que permaneceram no time, por escolha do técnico Zé Ricardo que preservou os demais jogadores. Recém-contratado, o atacante Fabrício fez a sua estreia com o Manto Sagrado, o jogador enfrentou justamente sua ex-equipe.

O Rubro-Negro voltará a jogar pelo Estadual no próximo sábado, em São Januário, no clássico contra o Vasco.

Foto: Gustavo Duarte

O jogo foi disputado sob um sol escaldante. Foto: Gustavo Duarte

O JOGO

O primeiro tempo foi marcado por várias chances de gols desperdiçadas por ambos os times. A primeira boa chance para o Flamengo surgiu aos treze minutos. Klebinho cruzou da direita e Luã Lúcio escorou tirando tinta da trave. A resposta lusitana foi imediata. Aproveitando que o vento estava contra o goleiro João Lopes, que parecia bem inseguro principalmente nas bolas alçadas na área, o time da Ilha do Governador aproveitou os chutes de longa distância. O estreante do dia, o atacante Fabrício, quase marcou um gol de placa aos vinte e cinco minutos. O jogador deu uma meia lua no zagueiro, mas o goleiro Marlon chegou antes.


O contragolpe da Portuguesa estava muito bem armado. Flavinho sempre deixava seus companheiros em boas condições, mas o último passe era o principal problema do time anfitrião. Pelo lado rubro-negro, a lenta saída de bola deixou o time com muitas dificuldades no meio campo. O Flamengo errava demais na saída de bola, principalmente com seus volantes Jean Lucas e Henrique, este segundo que acabou sacado no intervalo. No último lance da etapa inicial, em cobrança de falta, Kleber soltou uma bomba que explodiu na barreira.

Sem perder tempo, o Flamengo partiu pra cima da Portuguesa logo no início do segundo tempo. Aos dois minutos, Lucas chutou de fora da área e a bola levou perigo à meta lusitana. Lucas ainda perdeu uma grande oportunidade. Após cobrança de escanteio, o jogador do Mengão cabeceou livre, a bola bateu em Dantas dentro da pequena área e saiu por cima. O jogo era movimentado e equilibrado. A Portuguesa respondia à altura os lances de perigo rubro-negro.

Patrick era de longe o jogador que mais chamava a responsabilidade e tentava criar alguma situação favorável ao Flamengo. Com muita dificuldade pra sair com a bola da defesa para o ataque, o famoso chutão foi o recurso escolhido pelos jogadores. Aos dezessete minutos, a Portuguesa teve uma falta perigosa marcada a seu favor. Um dos jogadores que formava a barreira encostou a mão na bola e a penalidade foi marcada. Felipe cobrou e converteu. 1 a 0 Portuguesa.

Com a desvantagem no placar, não restou outra alternativa ao Flamengo que não fosse pressionar o time da casa, que se defendeu como pôde. Patrick se destacou, sendo o que mais corria atrás do prejuízo. Mas, jogando sozinho, até tentou, sem sucesso, não conseguiu empatar a partida.

No final, a Portuguesa não teve tantos problemas para segurar o ímpeto rubro-negro e a vitória.

 

FICHA TÉCNICA:

Portuguesa 1×0 Flamengo

3ª rodada do Campeonato Carioca Sub-20

Data: 10/02/2016

Local: Estádio Luso Brasileiro, Ilha do Governador

Horário: 16h

Gol: Felipe

Flamengo: João Lopes, Kleber, Bernardo, Rafael Santos (Dantas) e Arthur Bonaldo; Jean Lucas, Henrique (Pepê), Patrick e Lucas Silva (Antônio); Luã Lucio e Fabrício. Técnico: Zé Ricardo