QUEBRA_PAG


Hesley Menezes | Twitter @_hesleymenezes*

Paulo Victor, o melhor do Flamengo. | Foto Gilvan de Souza

Paulo Victor, o melhor do Flamengo. | Foto Gilvan de Souza/Flamengo

 

Paulo Victor: Sem culpa no gol, voltou bem de lesão. Boas saídas e seguro no gol. NOTA 7.


Pará: Fez a falta que resultou no lance do gol vascaíno. Também não acompanhou o atacante que apareceu sozinho pra cabecear. Ainda foi expulso no fim do jogo. NOTA 3.

César Martins: Partida razoável. Não comprometeu pelo menos. NOTA 5.


Samir: Falhou contra o Palmeiras, mas vem de uma sequência de boas partidas. Contra o São Paulo, foi muito bem. Contra o Vasco, voltou a jogar muito bem. Firme na marcação. NOTA 6,5.

Jorge: Partida nível Jorge de qualidade. Boas investidas, tranquilidade e muito talento com a bola nos pés. Foi dele o cruzamento pro gol que nos deixava próximos da classificação logo no início do jogo. NOTA 6,5.

Marcio Araújo: Entra técnico, sai técnico, e o jogador mais fraco tecnicamente de todo o elenco do Flamengo continua titular. NOTA 3.

Canteros: A mesma história do “entra técnico, sai técnico…” funciona pro argentino também. Ainda não jogou 2 partidas boas em sequência no ano, mas é sempre titular. NOTA 2.

Ederson: Não atuou muito, mas vinha jogando bem até sentir um desconforto na coxa. NOTA 5.

Everton: O jogo era perfeito pro Everton. O gol saiu cedo, e o Vasco começou a atacar mais, deixando espaços na defesa. A velocidade era a principal arma do Flamengo. E até tivemos bons momentos em saída de contra ataque. Mas não aproveitamos nenhum. NOTA 5.

Sheik: Apesar da entregar não conseguiu, assim como no primeiro jogo, sair da forte marcação. Mesmo assim foi o jogador mais consciente do ataque. NOTA 5,5.

Paulinho: Retornando de um longo período inativo mostra disposição. Com a bola, precisa arriscar mais. NOTA 4.

Cirino: Uma preguiça em campo. Responsável direto por deixar o Rafael Silva livre pra cabecear. NOTA 3.

Jonas e Guerrero: Só jogaram 10 minutos.  SEM NOTA.

Oswaldo de Oliveira: Errou em colocar 4 atacantes velocistas em campo. O Vasco tinha o domínio do meio-campo. Faltou organização. NOTA 4.

 

*A nota é uma média de todas as notas dadas pelos colaboradores do mundorubronegro.com.

 

Leia mais:

Novo gol de bola parada tira Fla da Copa do Brasil

#MRNnaDecisão – A Nação fez sua parte!!

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!