QUEBRA_PAG

 

 

 

Paulo Victor: Não fez boa partida. Bateu roupa em lance que quase culminou em gol do adversário, nem tentou defender cobrança em falta perigosa.  Não teve chances de defesa no gol adversário. NOTA 5,5



Rodinei: Regular. Não teve espaço no ataque e sofreu bastante pra conter o ímpeto do rival nas investidas pelo seu lado. NOTA 6

Wallace: Segue dando sequência nas atuações com erros mínimos. Sua segurança parece estar voltando. Sem obrigação tática de fazer ligação da defesa com o ataque, fez desarmes, antecipações e cortes pelo alto. NOTA 6

Juan: Nem de longe pareceu o zagueiro que entrou em campo na última quarta. Cometeu uma falha bisonha numa tentativa de corte com a perna direita e quase o Flamengo tomou um gol. Mesmo assim, foi importante em lances de perigo. Contra times velozes pode sofrer, já que visivelmente não tem mais tanta velocidade. NOTA 6

Jorge: Voltou a fazer uma partida ruim. Até teve uma boa chegada na frente no primeiro tempo, mas cruzou mal. Em lances na defesa, perdeu na corrida para o lateral direito do Vasco. Mas isso pode estar ligado a falta de ajuda na defesa do seu lado e o zagueiro que joga pela esquerda ser um veterano. No final do jogo falhou na marcação em bola na área e seu erro deixou o jogador adversário livre para marcar. NOTA 5

Márcio Araújo: Ao contrário da última partida, muito fraco. Embora tenha sido providencial em lances de perigo, não consegue contribuir ofensivamente e, num jogo dessa importância, faria muita diferença. Em jogada do Vasco pela esquerda, encolheu o braço para não causar pênalti. Não pode ser titular num time que almeja vôos altos. NOTA 5,5

Willian Arão: Jogador que vem se tornando cada vez mais importante no esquema de Muricy Ramalho, hoje não teve muito espaço no ataque e precisou trabalhar bastante na defesa. Pode render mais quando seu companheiro na frente da zaga tiver mais qualidade. NOTA 6

Mancuello: Fez uma partida pior que a de estreia. Pouco se apresentou para buscar o jogo no meio, além de jogar onde menos rende no primeiro tempo, que é o lado direito do campo. Mesmo assim, se mostrou perigoso nas bolas paradas e pode ser decisivo no passe, desde que jogue numa parte do gramado onde possa tirar mais proveito de suas características. NOTA 5,5

Marcelo Cirino: Bastante marcado, não conseguiu imprimir o forte ritmo na beira direita do campo, o que sempre faz quando tem mais espaço. Num jogo truncado e com pouca bola rolando suas atuações não ganham destaque. Mas é importante no esquema do técnico Rubro-Negro. NOTA 6

Foto: Paulo Fernandes/Vasco

Foto: Paulo Fernandes/Vasco

Emerson: De longe, o pior do Flamengo em campo. Fominha, cavou faltas demais, não ajudou na defesa e quando teve chance de servir um companheiro melhor posicionado em contra ataque, não o fez e chutou para fora. Suas atuações só mostram o quanto é preciso ter um elenco forte. Não merece ser titular. NOTA 5

Guerrero: Partida que lembrou os tempos ruins de 2015. Muita reclamação com a arbitragem, provocação ao adversário e pouco futebol. Sofreu com a marcação forte de Rodrigo e não recebeu bola em condições de finalização a gol. NOTA 6


Everton: Entrou no lugar de Cirino e mais uma vez nada fez em campo. Com a forte marcação no meio, não apresentou nada de produtivo, muito menos em jogada de velocidade, que é o seu forte. SEM NOTA


Raony Furtado e Hesley Menezes fazem parte da equipe MRN Informação. Raony Furtado integra a plataforma MRN Blogs com o Blog Urubu Matuto
Seja um #ApoiadorMRN! Ajude contribuindo com R$ 5, R$ 10 ou R$ 20 mensais e participe do nosso grupo exclusivo de WhatsApp e muito mais. Esta é a forma que nós temos de manter e planejar o nosso projeto como um todo. Se você possui um negócio ou serviço que precisa ser divulgado, temos planos de apoio a partir de R$ 50 mensais com publicidade no nosso site e redes sociais. Clique aqui e vire um #ApoiadorMRN: bit.ly/ApoiadorMRN
Participe da campanha especial de arrecadação para viabilizar a produção e edição de conteúdo no canal do MRN no YouTube. Doe qualquer quantia de forma rápida e segura!