QUEBRA_PAG

 

Thiago: Fez defesas importantes e salvou o time da derrota em vários lances, porém rebateu bolas aparentemente fáceis. NOTA 7.

Thiago Ennes: Limitado no ataque, teve que jogar mais preso atrás para proteger seu lado na defesa. Sofreu com as investidas do RB Brasil e teve que “jogar feio” em muitos lances. Mas supriu a necessidade e fez grande partida. NOTA 8.

Léo Duarte: Mais uma boa partida do capitão Rubro-Negro. Fez antecipações, cortes por cima e foi firme em vários lances que poderiam trazer perigo pro Sub-20 Rubro-Negro. NOTA 8.

Denner: Partida regular. Não tem o mesmo nivel técnico do seu parceiro de zaga. Em um lance no final do jogo, quando já estava 1-0 pro Fla, bateu cabeça com Ronaldo e colocou o RB em chances claras de empatar a partida. Sorte que o jogador adversário não finalizou corretamente. Além de cometer faltas bobas próximas a área. NOTA 5.

Arthur Bonaldo: Também espremido pelas jogadas pelos lados do Red Bull, não produziu o futebol outrora visto ofensivamente. Quando pôde se arriscou mesmo assim. Mas teve boa atuação defensivamente. NOTA 6,5.

Ronaldo: Partida abaixo do que vinha jogando na competição. Errou lançamentos, bateu cabeça com Denner em lance que quase deu no empate do adversário. NOTA 5.

Trindade (saiu para Matheus Savio): Não fez bom jogo. Pouco auxiliou no ataque e errou muitos passes. NOTA 5.

Paquetá (Saiu para Lincoln): Fez seu jogo característico. Com muita disposição e muita dinâmica entre defesa e ataque, o camisa 11 foi um dos melhores do Fla na partida. Não foi muito produtivo no ataque, mas contribuiu bastante pro desempenho da equipe. NOTA 6,5.

Kleber: Tomou a vaga de titular do Matheus Sávio, mas não deve passar desse jogo. Além do gol da classificação do camisa 10, Klebinho não jogou bem. Errou muitos passes, e pouco apareceu pro jogo. NOTA 4,5.

Cafu: No jogo jogado, pouco fez. Mas quando fez, foi decisivo com um passe espetacular de trivela para o gol de Sávio. Convenhamos, 90% do gol foi dele. NOTA 6,5.

Felipe Vizeu: Não foi uma das melhores noites do nosso centroavante. Ele brigou, correu, mostrou a disposição de sempre, mas não foi bem na posição dele, na área. Tudo bem que a bola não chegou como se espera. O nosso camisa 9 levou perigo ao gol adversário somente com chutes de média distância. NOTA 6.

Zé Ricardo: Promoveu a entrada de Kleber no lugar de Matheus Savio e não surtiu efeito, embora o camisa 10 não viesse de boas partidas, estava sendo efetivo e marcando seus gols. No segundo tempo foi obrigado a voltar com o meia titular e a mexida deu certo. No final, fechou o time de forma precoce e passou sufoco com a equipe excessivamente recuada. Pelo que conhece do time e sua competência, esperava-se mais do Flamengo hoje. NOTA 6.

https://www.youtube.com/watch?v=D_ZRRbi3j5I

Matheus Savio: Entrou no lugar de Trindade e mostrou que merece ser titular do time. Mesmo não fazendo uma grande copinha em termos técnicos, tem feitos gols e sido um importante líder dentro de campo. Se movimentou bastante e poderia ter até ajudado mais a segurar a bola no ataque. NOTA 7,5

Patrick: Entrou no lugar do apagado Kleber para dar dinâmica ao time em chances de contra ataque, mas não surtiu muito efeito, já que a pressão do RB Brasil não permitia avanços em velocidade do Mengão. NOTA 6.

Lincoln: Entrou na lugar do Paquetá pra fechar a defesa no finalzinho e jogou pouco. Sem nota.

 

 

Comente no Twitter (@MRN_CRF) ou na fanpage do MRN no Facebook (clique aqui).
Sua opinião faz toda diferença!


Raony Furtado e Hesley Menezes fazem parte da equipe MRN Informação

 

 

LEIA AS ÚLTIMAS DO MUNDO RUBRO NEGRO

Ronald Ramon fala sobre sua primeira partida: “O time está fechado”

Após vitória contra Bauru, Neto destaca ritmo intenso do time

Uma rápida análise sobre o time do Flamengo na 21ª Copa Brasil de Futebol Sub-15 (Votorantim)

Um esboço do Flamengo de 2016