Foto: Flamengo

O desacreditado time do Flamengo cresceu durante a Copinha. Foto: Flamengo

 

No Pacaembu, Flamengo e Corinthians se enfrentaram pela grande final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após empate no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis e o Mais Querido se sagrou campeão pela terceira vez.

O JOGO

O Flamengo deu a saída e buscou a primeira infiltração com Cafú. O goleiro do Corinthians, atento, fez a defesa.
Com o jogo muito corrido no início, mais uma vez o Mengo chegou com perigo após cobrança de falta, mas o corintiano Filipe fez a interceptação. O dono na casa chegou com perigo com Matheus Pereira pela esquerda, mas Cafú acompanhou bem o lance e fez o corte para escanteio. Aos 8 minutos, a primeira chance clara do jogo: Felipe Vizeu disputou bola dentro da área e rolou para Cafú, que bateu rasteiro e com muito perigo, mas o goleiro espalmou para escanteio.

Com o jogo foi bastante estudado nos minutos iniciais, o Flamengo adiantou a marcação e dificultou a saída do Corinthians. Após mais uma boa jogada de Cafú, Paquetá ficou de frente para o gol mas foi atrapalhado pela zaga corintiana. Aos 19′, após bola alçada na área do Flamengo, Gabriel Vasconcellos recebeu no meio de três defensores e bateu no contra-pé do goleiro Thiago, abrindo o placar para o time paulista. Aos 25′, Ronaldo tentou e errou o passe, o adversário partiu em contra-ataque, Matheus Pereira recebeu bom passe e bateu firme no canto do gol rubro-negro, ampliando o marcador. O Mais Querido sentiu o gol e o rendimento caiu; o alvinegro seguia com a posse de bola, impondo seu ritmo.

Após a parada técnica, só o Flamengo teve boas chances, mas Cafú e Arthur Bonaldo desperdiçaram as oportunidades. Já nos minutos finais do primeiro tempo, mais um chute perigoso do Flamengo, dessa vez com Trindade, e goleiro Filipe não conseguiu encaixar, mandando para escanteio. O juiz assinalou quatro minutos de acréscimo e o Fla tentava uma última investida na jogada aérea, mas sem sucesso. Fim de primeiro tempo e o Corintians foi para o intervalo vencendo por 2 a 0.

Foto: Flamengo

Vizeu ganha prêmio de destaque. Foto: Flamengo

A partida recomeçou e as duas equipes voltaram sem alterações.  Assim como foi no primeiro tempo, o Flamengo começou tomando iniciativa. Após escanteio cobrado por Cafú, a bola sobrou para Felipe Vizeu na pequena área e o atacante fez o gol, mas o bandeira marcou impedimento claramente inexistente. O rubro-negro voltou melhor e, aos três minutos, em mais um escanteio, Trindade cabeceou livre e diminuiu a vantagem.
O Corinthians percebeu a melhora do Flamengo na partida e tentou o gol com Maycon, mas o goleiro Thiago faz ótima defesa. Quatro minutos após o gol, o Fla partiu em ótimo contra-ataque pela esquerda com Cafú, que encontrou Matheus Sávio em ótimas condições pela direita, e o camisa 10 bateu cruzado para empatar a partida.

O técnico Zé Ricardo teve que queimar a primeira substituição logo aos 16 minutos, já que Sávio recebeu uma pancada forte no começo da etapa final, não conseguiu seguir na partida e foi substituído por Klebinho.

A bola voltou a rolar após a parada técnica, e o Corinthians teve uma cobrança de escanteio e a zaga rubro-negra afastou mal, mas o juiz já havia parado o jogo, assinalando falta de ataque. O time paulista acordou no jogo e chegou com muito perigo após chute do volante Maycon, mas o goleiro Thiago, bastante atento, fez uma defesa espetacular. Aos 30 minutos, Zé Ricardo queimou a sua última substituição: saiu Dener, sentindo muitas cãibras, e entrou Michael. Com essa mudança, Arthur Bonaldo foi deslocado para a zaga.

O Flamengo fez mais uma investida pelo alto, dessa vez com Patrick, que mandou na área, mas Léo Duarte cabeceou torto.  A partida foi paralisada devido à fumaça que vinha da arquibancada, já que torcida alvinegra fazia a festa com sinalizadores e o juiz aguardou para reiniciar o jogo. Após a volta, o juiz assinalou mais cinco minutos de acréscimo.
Sem muitas chances nos minutos finais, o jogo foi decidido nos pênaltis.

Com muita emoção durante as cobranças, o Mais Querido não se abalou quando Klebinho perdeu a terceira. Logo depois, o Corinthians chutou para fora e Paquetá deixou o placar em 3×3. Em seguida, Thiago errou seu chute, mas defendeu duas bolas seguidas e, com o acerto de Patrick, se consagrou junto com seus companheiros. O Flamengo venceu nos pênaltis por 4 a 3 e conquistou o tri-campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

 

Gols

Corinthians: Gabriel Vasconcelos e Matheus Pereira

Flamengo: Matheus Trindade e Matheus Sávio

 

Cobranças

FLAMENGO: Thiago Ennes (O), Ronaldo (O), Klebinho (X), Paquetá (O) e Thiago (X), Patrick (O)

CORINTHIANS: Maycon (O), Guilherme (O), Dawhan(O), Matheus Pereira (X) e Gabriel Vasconcellos (X), Claudinho (X)

 

FLAMENGO: Thiago, Thiago Ennes, Dener, Léo Duarte, Arthur Bonaldo, Ronaldo, Trindade, Cafú, Matheus Sávio, Paquetá e Felipe Vizeu

CORINTHIANS: Filipe; Léo Príncipe, Vinícius, Dawhan e Guilherme; Warian, Maycon e Pereira; Tocantins, Léo Jabá e Gabriel Vasconcelos.

 

 

 


Matheus Soares faz parte da equipe MRN Informação. Twitter: @mathheusoares