O eterno Geraldo Assoviador foi homenageado com a disputa de um amistoso entre a Seleção Brasileira e o Flamengo. Ganhar da Seleção não era tarefa inédita para as cores flamengas: em 58, em pleno ano da primeira conquista do mundo o Flamengo já tinha encaçapado o time canarinho. E em 76 não foi diferente.

Com a raça e, sobretudo com a categoria digna de Geraldo — considerado por todos como um dos melhores camisas meio-campistas surgidos na Gávea — o Fla honrou a memória do seu ídolo. Zico já era considerado o herdeiro natural da camisa 10 de Pelé e o Flamengo ainda tinha o perturbador rótulo de time regional.

O grande Tributo a Geraldo não pode ser esquecido. Ganhar da Seleção Brasileira dos anos 70 era um feito e tanto. O jogo foi pegado, à vera, com 22 atletas enleados pela comoção. A arquibancada entoava canções inebriantes. O nome de Geraldo era um silvo, um assovio que tragava aquela partida. O cortejo merecido para mais um gênio da raça que partiu cedo demais.

Texto da Placar anunciando o óbito: Luto Rubro-Negro. | Reprodução

Texto da Placar anunciando o óbito: Luto Rubro-Negro. | Reprodução

 
Geraldo morreu em 26 de agosto daquele ano. O jogo foi uma homenagem do Brasil pouco menos de dois meses depois. O Flamengo projetava em Geraldo o craque que faria a dupla perfeita com Zico. Eram dois artistas da bola que cresciam juntos. A vitória foi a segunda sobre o Brasil, que nunca bateu o clube com a maior torcida do país. Geraldo Assoviador, aos 22 anos, reforça a meiuca de craques do outro mundo.

O jogo aconteceu há 39 anos. O Maracanã recebeu 142 mil pessoas. Os gols foram de Paulinho e Luís Paulo. Pelé estava em campo pela Amarelinha. E toda renda destinou-se à família de Geraldo Cleofas Dias Alves.


 


Vire Apoiador do MRN: entenda melhor clicando nesse nesse link: bit.ly/ApoiadorMRN

Outras formas de ajudar este projeto:
– Nosso site faz parte do plano de afiliados do Nação, o programa de sócio-torcedor do Flamengo. Se você clicar em bit.ly/STdoMRN e aderir ao programa, ou até mesmo renovar seu atual plano, o Mundo Rubro Negro ganha 50% da sua primeira mensalidade.